Pular para o conteúdo principal

‘Música de Domingo’ leva ritmos percussivos para o palco do Teatro Francisco Nunes em março
FOTO: Luis Veloso

‘Música de Domingo’ leva ritmos percussivos para o Francisco Nunes

criado em 10/03/2022 - atualizado em 10/03/2022 | 16:26

A partir deste domingo, dia 13, a edição especial do projeto Música de Domingo dá destaque aos ritmos percussivos, levando ao Teatro Francisco Nunes quatro atrações musicais performadas por instrumentos de sopro, tambores típicos do candomblé e do Reinado mineiro. Vão se apresentar, em março, o bloco Babadan Banda de Rua (BH), no dia 13, e o bloco afro-feminista Pele Preta (BH), no dia 27. Em abril, os blocos Pena de Pavão de Krishna (BH) e Funk You (BH) se apresentam, respectivamente, nos dias 10 e 24. O projeto Música de Domingo é uma ação quinzenal, sempre aos domingos, às 17h, no Teatro Francisco Nunes. Toda a programação é presencial e gratuita com retirada antecipada de ingressos. 

O Circuito Municipal de Cultura é realizado pela Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Fundação Municipal de Cultura, em parceria com o Centro de Intercâmbio e Referência Cultural (CIRC). 

De acordo com a diretora de Promoção das Artes da Fundação Municipal de Cultura, Aline Vila Real, a produção musical de Belo Horizonte se destaca nacionalmente  “por sua inventividade na criação de projetos contemporâneos, a partir de referências da cultura popular e tradicional. Essa mostra de shows que se apresenta no projeto Música de Domingo representa a riqueza de ritmos, performances e identidades da música mineira, levando ao público arranjos requintados e muito suingue”. 

O primeiro show da edição, neste domingo,  tem apresentação do  bloco Babadan Banda de Rua, orquestra de sopros e percussão, que traz a influência do candomblé, do reinado e da sonoridade das bandas de Minas. O repertório instrumental e as releituras do bloco Babadan Banda de Rua prometem animar o público com o batuque dos atabaques, djembes, dunduns, caixas de Reinado, patangomes, gungas e reco-recos. Todos os instrumentos utilizados pelo grupo são construídos artesanalmente e de forma sustentável. 

Ainda em março, o bloco afro-feminista Pele Preta (BH) sobe ao palco, no dia 27, apresentando uma mescla de aspectos ancestrais dos pilares culturais e religiosos afro-brasileiros com as influências contemporâneas da música preta. Com experimentos arrojados, o bloco traz releituras de músicas pretas e músicas autorais. 

Programação de abril 

Em sequência à programação, no dia 10 de abril o Pena de Pavão de Krishna convida o público para um encontro de muita música, dança, reflexão, celebração e alegria. Com a mesma energia que embala cortejos das ruas de BH, o  repertório explora o ritmo Ijexá e músicas autorais, músicas de origem popular e também de compositores consagrados como Gilberto Gil, Caetano Veloso, Moa do Katendê e Tincoãs. 

Para encerrar a edição, no dia 24 de abril o Bloco Funk You traz uma mistura surpreendente do funk carioca com instrumentos de escola de samba. O repertório irá agitar o público com músicas que vão dos anos 90 até os dias atuais: tem releitura de grandes hits e música autoral. Além de passinho e da presença do mascote do bloco: o FunkCão. 

Sobre o Música de Domingo 

Nascido na década de 1950, o Música de Domingo apresentou uma programação ininterrupta até 2009. Foi retomado em 2019 e, com a pandemia da Covid-19, teve suas atividades interrompidas. Intrinsecamente conectado à história de Belo Horizonte, o Música de Domingo voltou à programação da cidade em setembro de 2021. O projeto retorna com uma programação musical quinzenal, sempre nas tardes de domingo, em formato presencial, apresentando as mais variadas facetas da música instrumental e cantada.