Pular para o conteúdo principal

Obra de arte abstrata da artista Zélia Mendonça
Foto: Zélia Mendonça

Museu da Moda recebe exposição Torsos e Outros de 21/8 a 27/10

19/08/2019 | 19:53 | atualizado em 23/08/2019 | 13:17
A Fundação Municipal de Cultura recebe, a partir de quarta-feira, dia 21 de agosto, no Museu da Moda, a exposição Torsos e Outros, da artista Zélia Mendonça. A mostra de arte visual apresenta peças elaboradas com fuxicos, contas, restos de souvenires e sucatas. A exposição tem entrada gratuita e pode ser vista até o dia 27 de outubro. O Museu da Moda funciona de terça a sexta das 9h às 21h e sábado e domingo das 10h às 14h.

 

A proposta da artista Zélia Mendonça é transformar quinquilharias em souvenirs, pequenos objetos com grandes atributos memorialísticos. Para isso, a artista questiona a ideia do descartável num mundo cada vez mais fast food. Ela também provoca uma reflexão política acerca da imperfeição da humanidade através de redes que simbolizam a ligação entre passado, presente e futuro.

 

A arte é feita por meio da técnica de assemblage, cuja primeira aparição nas artes é atribuída ao pintor e gravador francês Jean Dubuffet, em 1953. A técnica traz a proposta de uma espécie de colagem composta por diferentes materiais tridimensionais, em que a união dos objetos cria novos significados para os elementos quando vistos em conjunto.

 

Nesse sentido, o uso da técnica dá aos visitantes da exposição uma lição de economia doméstica e de colaboração para o desenvolvimento sustentável do planeta: tudo que é fabricado necessita do uso de energia e matéria-prima. Ao jogarmos algo no lixo, estamos também desperdiçando a energia que foi usada na fabricação, o combustível usado no transporte e a matéria prima empregada. Desse modo, estimular a arte através da reutilização consciente de sucatas com técnicas artesanais como o fuxico e o crochê, traz uma lição a respeito do princípio de reutilização ambiental.