Pular para o conteúdo principal

Dois alunos devidamente equipados praticam Muay Thai sob supervisão da professora, em um tatami.
Foto: Vilma Tomaz/PBH

Muay Thai faz parte do calendário de atividades do Programa Esporte Esperança

13/12/2018 | 14:56 | atualizado em 13/12/2018 | 15:09

 A prática do Muay Thai é a nova atividade do Esporte Esperança, programa desenvolvido pela Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer. As aulas dessa modalidade esportiva, que utiliza métodos de luta e autodefesa, tiveram início em outubro e são realizadas no Centro de Referência de Assistência Social do bairro Zilah Spósito (rua Coquilhos, 75), região Norte da cidade. 

A inclusão da arte marcial nas ações do Programa conta com a aprovação apaixonada dos alunos. “Quero treinar muito, participar de muitas competições, viajar e colecionar vários troféus” vislumbra Alan Nunes, de 13 anos. Ele conta que graças ao incentivo de seu tio, que é praticante do esporte, se matriculou nas aulas. “Aqui não pago nada, aprendo táticas de autodefesa e melhoro minha capacidade de respiração”, relatou.

A jovem Júlia Kelly, de 9 anos, é a única menina na turma. “Pratico tudo que aprendo nas aulas com meu primo de cinco anos para acalmá-lo quando ele está nervoso”. Ela relata que após a aula tem a sensação que “fica mais forte, com mais energia”.

Já Adrilei Lucas Carvalho, de 12 anos, está entre os alunos com melhor desempenho nas aulas, de acordo com a instrutora Nayla Carvalho. O jovem ainda ressalta que sua mãe o inscreveu nas aulas com o objetivo de capacitá-lo nas táticas de autodefesa.

Aulas e treinos

Sob a supervisão da equipe de profissionais de Educação Física, a estagiária Nayla Carvalho ensina os fundamentos e a prática de Muay Thai para 25 alunos inscritos em duas turmas: às quartas, das 16h às 17h e às quintas, das 10h às 11h. A instrutora é detentora de vários títulos de campeã no âmbito estadual e nacional.

Petter Gontijo, gerente de Esporte Educacional, explica que entre os benefícios da prática do esporte, estão o desenvolvimento motor, cognitivo, aumento da flexibilidade, força, melhora da autoestima e combate a obesidade na infância.

Segundo Maria José de Castro Capistrano, coordenadora do Centro de Referência de Assistência Social Zilah Spósito, as aulas foram viabilizadas por meio da intersetorialidade de ações do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vinculo Social desenvolvido pelo órgão e pelo programa Esporte Esperança.

Para os pais interessados em inscrever seus filhos nas aulas de Muay Thai os requisitos são: residir na área territorial do Centro de Referência de Assistência Social Zilah Spósito, ter idade entre 7 e 14 anos e agendar o atendimento presencial para os procedimentos de inscrição. 
Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 3277-1848 e pelo e-mail cras.zilahsposito@pbh.gov.br.

Esporte Esperança

O programa atende cinco mil crianças e adolescentes. Sendo os mais novos com idade de três a cinco anos matriculadas em instituições de educação infantil e creches conveniadas à Prefeitura. Atualmente, 27 Escolas Municipais de Educação Infantil e 10 creches participam.

 

Para a faixa etária de 6 a 17 anos são ofertadas oficinas e escolinhas em núcleos comunitários, ONGs e entidades esportivas com aulas de várias modalidades esportivas como, voleibol, futsal, futebol, handebol, basquetebol, além de danças, jogos e brincadeiras.

 

As atividades são realizadas dentro das diretrizes de valorização dos aspectos técnicos e táticos, das capacidades físicas e motoras, além da socialização.

 

13/12/2018. Muay Thai. Fotos: Vilma Tomaz/PBH


Últimas Notícias

Em uma ponta da quadra preparada para o jogo de vôlei sentado, Gabriel posa para foto. Atleta do Superar é convocado para a Seleção Brasileira de voleibol sentado

Gabriel Franklin Silva Amaral foi convocado a participar da 6ª Semana de Treinamento da Seleção Brasileira masculina de voleibol sentado.

14/10/2019 | 20:12
Homem, de pé, toda violão, acompanhado de mais de trinta pessoas idosas, tocando instrumentos musicais, sentadas, e outras vinte em pé, cantando. Semana de Valorização da Pessoa Idosa reúne quase dois mil participantes

Desde o dia 1/10, uma série de oficinas e apresentações culturais gratuitas vem sendo realizadas em diversos espaços  da cidade.

14/10/2019 | 18:32