Pular para o conteúdo principal

Atriz vestida de Marilyn Monroe, sentada no chão, toca rosto de homem com terno, gravata borboleta e chapéu, ajoelhado. Sobre eles, uma imagem é projetada.
Foto: Amanda Coimbra

Montagem no Teatro Marília retrata a vida de Marilyn Monroe

09/07/2018 | 18:33 | atualizado em 09/07/2018 | 18:33

O Teatro Marília recebe, de 13 a 15 de julho, sexta e sábado, às 20h, e domingo, às 19h, o espetáculo “Marilyn Monroe.doc”, do grupo Dois Palitos. Em formato de teatro documentário, a peça narra a trajetória de Norma Jeane Mortenson, que viria a se tornar a grande musa hollywoodiana Marilyn Monroe. Os ingressos podem ser adquiridos na bilheteria do teatro por R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia), ou por R$ 10,00 (preço único) nos postos Sinparc e site do Simparc.

 

O espetáculo convida o público a conhecer de forma mais íntima a vida de Marilyn Monroe, além de discutir a imposição de padrões estéticos às mulheres feita pela mídia. A narrativa começa com a apresentação de Norma Jeane Mortenson, uma jovem caipira, gaga e desengonçada, que mais tarde se torna a atriz, cantora e modelo que todos passam a venerar, mas que morreu precocemente aos 36 anos de idade. A peça é desenvolvida em formato diferenciado, que mistura pesquisa, documentário e teatro, tendo a dramaturgia e encenação assinadas por Juarez Guimarães.

 

A atriz que faz o papel de Marilyn, Thaís Coimbra, escolheu a musa como objeto de criação do espetáculo por ser sua grande admiradora desde criança, o que a levou a colecionar materiais diversos sobre sua vida e carreira, como imagens, fotografias, vídeos, filmes e entrevistas. Todo esse material se tornou base de pesquisa para o teatro documentário. Ítalo Mendes é intérprete dos diversos personagens com os quais a protagonista contracena.  As biografias de ambos os atores também compõem a dramaturgia, fazendo do espetáculo uma obra metalinguística e trazendo ainda mais caráter humano.

 

A peça estreou em 2014, passando por outros espaços em Belo Horizonte e foi indicada às categorias de Melhor Espetáculo, Melhor Direção, Melhor Texto Inédito, Melhor Figurino e Melhor Atriz no 2º Prêmio COPASA/SINPARC, em 2015. Em 2018, volta aos palcos integrando a programação do Festival BH de Artes Cênicas, promovido pelo Sindicato dos Produtores de Artes Cênicas de Minas Gerais (Sinparc).

 

O Grupo

O Grupo Dois Palitos foi criado por Thaís Coimbra e Ítalo Mendes com a montagem do espetáculo “Marilyn Monroe.doc”. O espetáculo “Rapsódia Boêmia”, uma pesquisa do ator Ítalo Mendes baseada nos textos de Jack Kerouac e Charles Bukowski e a cena curta “Todas Elas Musas” (cena participante do Festival de Cenas Curtas do Galpão Cine Horto em 2015) também fazem parte do repertório do grupo belo-horizontino, que conta com a colaboração de Fernanda Coimbra (Artes Visuais), Thiago Bernardo (Figurino), Luiz Henrique Marques (Audiovisual) e Amanda Coimbra (Design Gráfico).

 

Serviço

Marilyn Monroe.doc

Classificação: 12 anos

De 13 a 15 de julho | sexta e sábado às 20h |domingo às 19h

Teatro Marília - Avenida Prof. Alfredo Balena, 586 – Santa Efigênia

Ingressos: R$20,00 (inteira); 10,00 (meia); R$10,00 postos Sinparc – www.sinparc.com.br

Últimas Notícias

Parque Municipal visto do alto com destaque para o lago Parque mais antigo de BH completa 121 anos na próxima semana

naugurado antes mesmo da então nova capital mineira o Parque foi criado para ser o maior e mais bonito parque urbano da América Latina.

20/09/2018 | 21:15
Fachada do BHResolve Decort-BH ganha atendimento especial no BH Resolve, nos dias 27 e 28 deste mês

Recém-criado pela PBH, o Decort-BH é o canal de para que as empresas da capital possam acessar com rapidez e segurança suas notificações.

19/09/2018 | 18:18