Pular para o conteúdo principal

Mirante do Mangabeiras com piso de madeira, guarda-corpo e vista para a cidade
Foto: Divulgação/PBH

Mirante do Mangabeiras é um convite para o lazer e descanso

07/02/2019 | 17:38 | atualizado em 07/02/2019 | 17:38
O Mirante do Mangabeiras, um dos pontos mais elevados da capital, com aproximadamente 1.170 metros de altitude, oferece uma vista privilegiada e é um dos espaços mais procurados para se admirar o pôr do sol. Esse cartão-postal da cidade também atrai o olhar dos visitantes para si próprio, isso por causa de seu paisagismo planejado que oferece conforto sem deixar que os apreciadores de amplos espaços desviem o foco do belo horizonte que se estende a perder de vista. 
 
No final de 2018, a Prefeitura de Belo Horizonte instalou no Mirante do Mangabeiras três lunetas para observação terrestre, resistentes a água, vento, sol e adversidades causadas pelo clima. Simples de serem manuseadas, as lunetas possuem lentes antirreflexivas com foco pré-ajustado, dispensando qualquer intervenção por parte do observador. O uso dos equipamentos é gratuito.
 
No local, os usuários podem ainda contemplar obras de arte do artista mineiro Ricardo Carvão. O conjunto de duas esculturas em aço, intituladas pelo artista como “Monumento à visão”, possuem o formato de olhos, que parecem convidar o visitante a imergir no cenário de urbanismo e natureza logo à frente. “Elas são feitas de ferro e estão expostas aos pés da Serra do Curral. É impossível olhar para elas sem pensar no progresso ou sem refletir sobre os impactos da urbanização. É um convite ao olhar reflexivo sobre a nossa cidade e sobre os prós e contras da necessária urbanização”, comenta o artista. 
 
Com área de aproximadamente 35.400 m² e considerado área de preservação ambiental, o Mirante do Mangabeiras foi incorporado ao Parque das Mangabeiras. Sua estrutura possui dois deques de madeira, medindo cada um cerca de 125m², garantindo espaço para práticas como piquenique, yoga e relaxamento.     
 
Logo na entrada, estão instalados guarita, banheiros públicos e bebedouros. Uma rampa dá acesso ao primeiro deque e à praça principal com bancos, passeio, jardim e vagas de estacionamento para os que possuem mobilidade reduzida.
 
Já o segundo deque conta com uma grande área gramada, plantas ornamentais e bancos e é um ambiente propício para a contemplação e convivência. Diversas espécies ornamentais compõem o paisagismo do local, como alpíneas-vermelhas, estrelitzias, bromélias e moreias e a maioria delas foi produzida no viveiro do Parque Jacques Cousteau. Além de resistentes ao vento, sol e frio da região, essas são plantas que florescem e enfeitam o espaço. No canteiro central, as árvores originais (flamboyants, pinheiros e palmeiras) foram preservadas, sendo o jardim criado no entorno dessas espécies. 
 

Funcionamento

O Mirante do Mangabeiras funciona de terça a domingo, das 9 às 20h. No local, não é permitido o acesso com veículos (exceto pessoas com dificuldade de locomoção, previamente autorizadas). Animais de estimação podem ter acesso desde que estejam com coleira/guia. É obrigação do tutor do animal o recolhimento das fezes e a manutenção da coleira no pet durante todo o passeio.     
 

Serviço

Mirante do Mangabeiras
Rua Pedro José Prado, 1.000, Bairro Mangabeiras 
Funcionamento: de terça-feira a domingo, das 9h às 20h (entrada permitida até as 19h30).
 

07/02/2019. BH em Cantos-Mirante do Mangabeiras é um convite para o lazer e descanso. Fotos: Divulgação/FPMZB

Últimas Notícias

Vista aérea do Parque Juscelino Kubistchek, durante o dia. Parque Juscelino Kubistchek vai receber obras para maior conforto dos visitantes
Mais conhecido como Praça JK, o parque terá sua quadra de futebol de areia, muito procurada pelas comunidades, completamente reformada. 
14/08/2019 | 21:09
Mais de trinta pessoas passeando no BH é da Gente - Savassi, durante o dia. Shows de jazz, bossa e samba são atrações do BH é da Gente de domingo, dia 18/8

BH é da Gente tem ‘boliche ecológico’, ação contra Leishmaniose e shows de jazz, bossa e samba, neste domingo, dia 18/8.

14/08/2019 | 21:02