Pular para o conteúdo principal

Mesa da formatura do projeto Pão Escola: Paulo César, formando do Programa Pão Escola; Sérgio Antônio, professor do Programa Pão Escola; Darklane Rodrigues, subsecretária de Segurança Alimentar e Nutricional; Ângela Dalben, secretária municipal de Educação; Elair Dias, professor do Programa Pão Escola; Manoela Mendes, coordenadora dos cursos de qualificaçãodo Mercado da Lagoinha; Rômulo Israel, formando do Programa Pão Escola.
Foto: Zaíra Magalhães

Mercado da Lagoinha recebe formatura do Programa Pão Escola

22/11/2017 | 17:12 | atualizado em 23/11/2017 | 16:11

No dia 17 de novembro de 2017 aconteceu a formatura da décima turma do Programa Pão Escola, no Mercado Popular da Lagoinha. O projeto é uma ação conjunta da Secretaria Municipal de Educação e da Secretaria Municipal de Assistência Social, Segurança Alimentar e Cidadania.  

 

O programa, que promove capacitação profissional em gastronomia, iniciou suas aulas em março. As turmas são compostas por estudantes da Educação de Jovens e Adultos (EJA), população em trajetória de rua encaminhados pela Subsecretaria de Assistência Social, e adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas. Os cursos oferecidos foram Auxiliar de Panificação Industrial, Auxiliar de Confeitaria Industrial, Confeitaria Caseira e Quitandas, Bolos Decorados, Docinhos para festas, Salgadeiro, Pizzaiolo, Auxiliar de Cozinha e Temperos, com 25 alunos em cada turma.

 

O estudante Paulo César foi um dos formandos da noite, e representou os alunos na mesa solene de abertura. Paulo falou sobre a expectativa dos recém formados com a conclusão do curso. “Fazer parte desse projeto é a oportunidade de nos qualificar e capacitar para ocuparmos o mercado de trabalho. Isso nos realiza como profissionais e nos coloca mais perto dos nossos sonhos”, completa.

 

A subsecretária de Segurança Alimentar e Nutricional, Darklane Rodrigues anunciou que o Mercado Popular da Lagoinha acaba de ser transformado no Centro de Referência em Segurança Alimentar e Nutricional, de acordo com a reforma administrativa, que foi aprovada em setembro desse ano. Isso vai garantir a ampliação do Programa Pão Escola para 2018, aumentando a equipe de profissionais e a quantidade de alunos atendidos, além de implantar outros projetos no espaço.

 

A solenidade de entrega dos diplomas contou com a presença de autoridades da Prefeitura de Belo Horizonte, professores do Programa Pão Escola e a participação da banda da Guarda Municipal de Belo Horizonte. Os cursos oferecidos foram Auxiliar de Panificação Industrial, Auxiliar de Confeitaria Industrial, Confeitaria Caseira e Quitandas, Bolos Decorados, Docinhos para festas, Salgadeiro, Pizzaiolo, Auxiliar de Cozinha e Temperos, com 25 alunos em cada turma.

 

A Secretária Municipal de Educação, a professora Ângela Dalben ressalta que a prioridade do Programa Pão Escola é profissionalizar os estudantes. “A formatura é um momento de comemoração pela concretização de um sonho para os alunos. Realizar o projeto de vida dessas pessoas é a razão de ser do nosso trabalho”, comemora Ângela.

 

Darklane Rodrigues também destaca a importância da educação para o consumo alimentar como estratégia para atingir diretamente uma demanda importante de profissionalização dos jovens e ainda atinge objetivos complementares. “É valioso realizar uma formação profissional que, ao mesmo tempo, valoriza os produtos do nosso Estado, a nossa gastronomia, estimula a alimentação saudável e gera emprego e renda para os cidadãos que acessam os nossos cursos”, salienta a diretora.