Pular para o conteúdo principal

Hospital do Barreiro dobra o número de leitos

31/08/2017 | 13:15 | atualizado em 11/09/2017 | 08:11

O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, oficializou na manhã de quarta-feira, dia 30 de agosto, a entrega de novos leitos no Hospital Metropolitano Dr. Célio de Castro (HMDCC) – Hospital do Barreiro. Foram inaugurados 99 leitos, entre deles, 79 de internação e 20 de CTI, quatro novas salas de cirurgias além de ampliar a oferta de exames. Também foram inauguradas quatro novas salas de cirurgias. Dessa forma, a Secretaria Municipal de Saúde, cumpre a meta da atual administração que pretende, até março de 2018, ativar o hospital em 100%.
 

“Esse é o momento mais importante desses seis meses de gestão, porque isso é cumprir uma promessa muito importante. Em seis meses nós dobramos a capacidade do hospital e triplicamos o número de salas de cirurgia. É um marco emocionante. É um monumento da saúde que através de muito sacrifício será colocado em funcionamento e isso sim é dever de um prefeito,” afirmou o prefeito Alexandre Kalil durante sua visita ao hospital.
 

Os leitos estão em funcionamento desde o dia 21 de agosto. De acordo com a diretora do hospital, Maria do Carmo, a expansão significa agilidade para novas internações em leitos clínicos, cirúrgicos e de CTI, redução no tempo de espera por cirurgias eletivas e ampliação da oferta de exames de imagem para o SUS. Ela assinala que os novos leitos são ainda um reforço no atendimento de urgência e emergência da capital para os traumas de média complexidade e para o Acidente Vascular Cerebral (AVC).
 

Também participaram do evento os secretários municipais de Saúde Jackson Machado; de Assuntos Institucionais e de Comunicação Social, Adriana Branco; de Finanças Fuad Noman; e de Planejamento, Orçamento e Informação, André Reis.

 

Mais vagas para o SUS

O HMDCC passa a ser também um local de referência para receber pacientes encaminhados das Unidades de Pronto-Atendimento (UPAs) e de outros hospitais, por meio da Central de Internação, o que significa mais vagas para o SUS.
 

Agora, o hospital passa a funcionar com 189 leitos, sendo 30 de CTI, e seis salas de cirurgias. São duas salas para cirurgias de urgência - funcionando 24 horas por dia e com potencial para realizar cerca de 440 cirurgias ao mês - e quatro salas de cirurgias eletivas com capacidade para 480 procedimentos cirúrgicos ao mês nas áreas de ortopedia, cirurgia geral e urologia.
 

Além das salas de cirurgias, os 99 novos leitos incluem 20 de CTI, 14 leitos de AVC, 10 leitos de decisão clínica, 25 leitos cirúrgicos, 15 leitos de hospital dia e 15 leitos de clínica médica.

 

Exames

A expansão contempla também a abertura da Agência Transfusional, uma parceria com o Hemominas, e o início, ainda em setembro, da realização de exames de endoscopia, colonoscopia, gastrostomia e CPRE (Colangiopancreatografia Retrógrada Endoscópica). A capacidade é de 500 exames ao mês com oferta para pacientes internados e pacientes encaminhados por outras unidades do SUS.
 

A próxima fase de expansão do HMDCC está prevista para novembro, quando o Hospital do Barreiro atingirá 76% da capacidade total ou 343 leitos, sendo 50 de CTI. O funcionamento total está previsto para março de 2018: 451 leitos (80 de CTI) e 16 salas de cirurgias.

 

Equipe multiprofissional

A equipe assistencial do HMDCC é composta de médicos, enfermeiros, psicólogos, assistente social, fonoaudiólogo, nutricionista, fisioterapeuta, farmacêutico, terapeuta ocupacional e profissionais técnicos da área da saúde possibilitando a elaboração de planos terapêuticos para a atenção integral e resolutiva.

 

Estrutura de atendimento

O Hospital Metropolitano Dr. Célio de Castro ocupa uma área construída de 46.000 m², com 13 andares e um heliponto. Em sua capacidade plena terá 451 leitos, sendo 80 de CTI, 16 salas de cirurgias, capacidade para 2200 internações mês, sendo que 1500 delas serão cirúrgicas.
 

30/08/2017. Inauguração de 99 novos leitos do Hospital Célio de Castro/Barreiro. Fotos: Amira Hissa/PBH