Pular para o conteúdo principal

Fachada do Hospital Metropolitano Dr. Célio de Castro durante o dia.
Foto: Rodrigo Clemente/PBH

Hospital Célio de Castro comemora um ano de capacidade plena

10/12/2018 | 15:12 | atualizado em 25/10/2019 | 15:54
Na quarta-feira, 12 de dezembro, o Hospital Metropolitano Dr. Célio de Castro celebra um ano de funcionamento 100%. A partir de segunda-feira, dia 10, serão destacados os reflexos deste equipamento na melhora da assistência hospitalar em todo o Sistema Único de Saúde (SUS-BH).

Motivos para comemorar não faltam. Com capacidade plena de atendimento, o Hospital Célio de Castro realizou, só em 2018, 14.554 internações, 7.422 cirurgias, 1.011 atendimentos de pacientes com AVC, 86.624 exames de imagem e 854.839 exames laboratoriais. O hospital também implantou novos serviços como hemodinâmica e endourologia e, ainda, ampliou o número de leitos destinados a receber pacientes da saúde mental que necessitam de atendimento em outras clínicas. “Comemoram o prefeito e a Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte pela coragem e esforço de viabilizar a sua capacidade plena, mesmo com os desafios do financiamento; comemora a equipe de funcionários por ver o resultado de seu trabalho na forma de pacientes curados, melhorados e satisfeitos com atendimento; e comemoram os pacientes pela oportunidade de acesso, redução de tempo de espera pelos atendimentos, além do tratamento humanizado que recebem no Hospital Célio de Castro”, afirma a diretora executiva Maria do Carmo. 

Com 46.000 m² de área construída, 13 andares, heliponto e 2 mil profissionais na equipe, o hospital é retaguarda para o atendimento de urgência e emergência clínica, cirúrgica e de AVC.

Com atendimento referenciado e regulado pela Central de Internação de Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte, o hospital é também referência para a Rede SUS-BH e para o Estado no atendimento de alta complexidade nas especialidades de clínica médica, ortopedia, cirurgia geral, cirurgia vascular, neurocirurgia, neurologia e urologia.



Novos serviços de saúde

Em junho deste ano, o Hospital Célio de Castro inaugurou o Serviço de Hemodinâmica que realiza exames de arteriografia cerebral, vascular, abdominal e torácica. Outra novidade de 2018 foi a destinação de 10 leitos clínicos para a saúde mental em uma iniciativa pioneira na Rede SUS-BH. São leitos destinados a pessoas com sofrimento mental, que necessitam de tratamento de outras doenças (ou patologias), ou ainda para casos de intoxicações graves por álcool e outras drogas, cujo manejo clínico ultrapassa a capacidade de resolução dos Centros de Referência em Saúde Mental. 
 

Na urologia, novos procedimentos cirúrgicos passaram a ser contemplados a partir de agosto. Com a inauguração do Serviço de Endourologia, o hospital passou a realizar procedimentos por via endoscópica, que são minimamente invasivos. Entre eles estão a nefrolitotomia percutânea, para remover cálculos renais volumosos, e a ureterolitotomia endoscópica, para retirada de cálculos dentro do ureter, reduzindo a demanda reprimida desses procedimentos no SUS. 



Estrutura moderna, atendimento humanizado

Com 460 leitos (220 leitos de clínica geral, 100 leitos cirúrgicos, 80 leitos de CTI, 35 leitos de AVC, 10 leitos de decisão clínica e 15 leitos de Hospital Dia), o Hospital Metropolitano Doutor Célio de Castro tem uma moderna e completa estrutura para exames de média e alta complexidade como angiotomografia, colonoscopia, endoscopia, gastrostomia, CPRE (Colangiopancreatografia Retrógrada Endoscópica), Ecocardiografia, Raio-X e Tomografia.

Além dos equipamentos de última geração, a moderna estrutura favorece o atendimento humanizado com 100% das enfermarias com dois leitos, CTI com boxe individual, espaço de convivência para os familiares e acompanhantes em todos os andares.

Esse é também o primeiro hospital 100% SUS de Minas Gerais a conquistar a certificação digital em razão do prontuário totalmente eletrônico (paperless).