Pular para o conteúdo principal

Imagem do lago no Parque Ursulina de Andrade Mello
Foto: Suziane Brugnara

Fundação de Parques e Bombeiros assinam termo para formação de brigadistas

criado em 17/03/2022 - atualizado em 17/03/2022 | 16:19

A Fundação de Parques Municipais e Zoobotânica (FPMZB) e o Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais assinam um termo de cooperação técnica para a formação de brigadistas florestais para a prevenção e combate de incêndios nos parques da capital nesta sexta-feira, às 10h. O evento será realizado no Parque Ursulina de Andrade Mello (Rua Dr. Sylvio Menicucci, 640 – Castelo) e o documento será assinado pelo presidente da Fundação de Parques Municipais e Zoobotânica, Sérgio Augusto Domingues e pelo Comandante do Primeiro Comando de Bombeiros Militar de Minas Gerais, coronel Peron Batista Da Silva Laignier. 

O termo prevê a realização de um curso de capacitação para cinco turmas em cinco unidades, a começar pelo próprio Parque Ursulina de Andrade Mello (26 e 27/03) e depois, respectivamente, nos parques Renato Azeredo (9 e 10/04); no Jacques Cousteau (21 e 22/05); Lagoa do Nado (25 e 26/06) e, por último, no Mangabeiras (09 e 10/07). 

A novidade dessa parceria é que, além de capacitar funcionários da Fundação, agora a comunidade também poderá participar do projeto. Cada turma contará com vagas destinadas a funcionários da FPMZB e também a voluntários (especialmente moradores do entorno dos parques). 

Na ocasião, após oficializar a parceria, as autoridades e visitantes terão a oportunidade de conhecer uma área dentro do Parque Ursulina que, após um sério incêndio ocorrido em 2020, está em processo de recuperação após o plantio de 1,8 mil mudas de árvores. 

Vale salientar que no período de estiagem do ano passado, o Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais atendeu a mais de 24 mil ocorrências de incêndios florestais, sendo que um terço delas aconteceu na Região Metropolitana de Belo Horizonte e no Centro-Oeste mineiro, áreas de atuação do 1º Comando Operacional de Bombeiros de Minas Gerais. 

Segundo o Coronel Peron Laignier, responsável pelo Comando, foram mais de 3 mil ocorrências de incêndios em lotes vagos e mais de 300 focos de incêndios em parques e áreas de proteção em área urbana. “Nós temos muitas ações de prevenção, e agora mais juntos e coordenados com a PBH iremos fazer muito mais, especialmente porque contaremos com a participação da população. É muito importante que todos que possam, venham e participem conosco dos treinamentos”, afirma.