Pular para o conteúdo principal

Arte feita pela Prefeitura para o FIQ em Casa 2020
Foto: Arte PBH

FIQ em casa chega à última semana com produção digital e quadrinhos políticos

29/06/2020 | 15:42 | atualizado em 03/07/2020 | 19:53

Iniciado no dia 5 de junho, a versão on-line do Festival Internacional de Quadrinhos de Belo Horizonte – o FIQ em Casa – tem programação inédita até esta sexta-feira, 3 de julho, com lives, podcasts e conteúdos exclusivos com a participação de artistas dos quadrinhos e da animação de diferentes partes do país. A ação é realizada pela Secretaria Municipal de Cultura e Fundação Municipal de Cultura, como parte das políticas públicas municipais de fomento à leitura e às artes visuais.

 

As transmissões são feitas pelo canal da Fundação Municipal de Cultura no YouTube e também no Facebook do FIQ. Também são disponibilizados gratuitamente, nas redes do Festival, diversos trabalhos de artistas, além de inúmeros desenhos produzidos a partir da campanha #FIQemCasaDesenhando, que convida artistas e o público a postarem desenhos produzidos durante o período de distanciamento social nas redes.

 

 

Encontros virtuais

Abrindo as atividades da semana, as quadrinistas Thais Gualberto (PB) e Carol Ito (SP) batem um papo sobre as relações entre quadrinhos e as diversas dimensões da política na segunda-feira, dia 29 de junho, na live “Quadrinhos políticos”.

 

Thaís Gualberto é formada em Arte e Mídia pela Universidade Federal de Campina Grande e começou a se dedicar às histórias em quadrinhos no fim de 2009, quando criou sua personagem “Olga, a sexóloga”. Em 2010 formou o Coletivo WC, que publicou duas edições da revista Sanitário, e, em 2012, participou da formação da revista Inverna. Publicou tirinhas nos jornais A União, Folha de S. Paulo, O Beltrano e foi colaboradora do Lady’s Comics. Trabalhou na Fundação Espaço Cultural da Paraíba como Chefe do Núcleo da Gibiteca, e atualmente faz parte dos grupos Políticas e Quadrilha.

 

Já Carol Ito é quadrinista, jornalista e oficineira, e atualmente produz a série #Quarentiras, publicada todo domingo no Instagram da revista Tpm. Desde 2014, usa as HQs para abordar temas ligados a política, comportamento e gênero, colaborando com diversas coletâneas. Em 2017, criou o Políticas, projeto dedicado a divulgar quadrinhos políticos feitos por mulheres brasileiras, e, em 2019, foi indicada ao Troféu Angelo Agostini, na categoria "melhor cartunista".

 

Na quarta-feira, 1º de julho, a live “Produção de quadrinhos digitais” trará uma conversa com o quadrinista Raphael Salimena (MG) sobre produção e distribuição de quadrinhos em meios digitais e financiamentos colaborativos. Raphael Salimena é natural de Juiz de Fora e começou sua carreira nos quadrinhos em 2006 com as tiras do linhadotrem.com.br, que receberam três vezes o prêmio HQMIX e hoje são produzidas diariamente para assinantes. Colaborou com diversas publicações de circulação nacional e nas coletâneas “Imaginários em quadrinhos” e “Rei Amarelo”. Pela editora, também publicou “Argos – um fim do mundo muito louco” (em co-autoria com Léo Martinelli), a coletânea “Linhadotrem – the best of” e a versão impressa do seu atual trabalho, “Vagabundos no Espaço”.

 

Na quinta-feira, dia 2, a live “Perspectivas do mercado editorial” proverá uma conversa com o editor Guilherme Kroll (SP) e a editora e quadrinista Germana Viana (SP). Em pauta, as características do mercado editorial brasileiro e as possíveis consequências da pandemia mundial para a publicação, distribuição e comercialização de quadrinhos.

 

Germana Viana é quadrinista, nasceu em Recife, mas vive há anos em São Paulo. É autora de “Lizzie Bordello e as Piratas do Espaço” 1 e 2, “As Empoderadas” (vencedor do troféu HQMix na categoria WebQuadrinhos), “O Verão do Papa-Angu” . Também é coordenadora, editora e uma das autoras da premiada série “Gibi de Menininha”, além das obras “Os Catecismos de Mama Jellybean” e “GdM Apresenta”. A autora participou ainda de diversas coletâneas, como “SPAM, Amor em Quadrinhos”, “Café Espacial”, “Orixás: Renascimento” e “Marcatti 40”.

 

Guilherme Kroll é sócio-proprietário de editora focada na publicação de quadrinhos, literatura e artigos acadêmicos, fundada em 2010. Além de editora, a Balão presta serviços para outras casas no mercado editorial. No plano da publicação, a Balão já teve títulos laureados com prêmios como HQMix, Jabuti e Cubo de Ouro. Kroll é formado em Editoração pela ECA-USP e mora em São Paulo com a esposa e a filha.

 

 

Vídeos

Nesta semana, mais uma vez, o público poderá acompanhar no Instagram do festival a rotina de produção e o espaço de trabalho de artistas dos quadrinhos. A convidada da semana é a artista visual, quadrinista e uma das curadoras do FIQ, Aline Lemos (MG), que mostrará sua rotina de trabalho em 30 de junho.

 

A programação completa está disponível no Portal Belo Horizonte.


Últimas Notícias

Informativo sobre o Coronavírus em Belo Horizonte Prefeitura define diretrizes para contratação de leitos em hospitais privados

O processo de adesão será por meio de chamada pública para seleção simplificada, destinada a hospitais que preencham os critérios definidos.

02/07/2020 | 19:12
Informações da Prefeitura sobre o Covid-19 Prefeitura garante serviços de limpeza durante a pandemia

Varrição, coleta de resíduos comuns e orgânicos, capina, lavação, combate a deposições clandestinas de lixo, são exemplos dessas atividades.

01/07/2020 | 16:49