Pular para o conteúdo principal

Seminário celebra os dez anos da Escola Integrada. Três pessoas estão sentadas em uma mesa, no palco. Na plateia há cerca de 30 pessoas, em duas fileiras de cadeiras.
Foto: Adão Souza/PBH

Evento celebra os dez anos da Escola Integrada em BH

21/11/2017 | 09:04 | atualizado em 01/12/2017 | 12:14

Para comemorar os 10 anos do Programa Escola Integrada, a Prefeitura de Belo Horizonte realiza até a próxima quarta-feira, dia 22 de novembro, a “I Semana da Educação Integral”. Com o tema “Educação Integral na Cidade: uma década de histórias”, o evento, realizado na sede da Prefeitura de Belo Horizonte (avenida Afonso Pena, 1.212, Centro), tem como objetivo discutir a trajetória do programa e apresentar possibilidades para os próximos anos.
 

Estão previstas mesas de discussão sobre temáticas importantes para a Educação Integrada na cidade. A palestra de abertura aconteceu na segunda-feira, 20, contou com a participação do vice-prefeito de BH, Paulo Lamac, além dos secretários municipais de Cultura, Juca Ferreira; de Políticas Sociais, Maíra da Cunha Pinto Colares; do presidente da Belotur, Aluizer Malab; e do subsecretário de Esportes e Lazer, Elberto Furtado Júnior. Para a secretária municipal de Educação, Ângela Dalben, a presença de representantes de diversas pastas é reflexo das ações da Escola Integrada ao longo dos dez anos, pois, por meio desse Programa, os estudantes da Rede têm oportunidades variadas e relacionadas a diversas temáticas.
 

“A Educação Integral é um programa da cidade e não apenas da Secretaria de Educação. Ele nos mostra que educar é mais do que estar na sala de aula, educar é uma responsabilidade da cidade. Por meio desse Programa, oferecemos atividades esportivas, culturais e integramos nossos estudantes com os mais variados espaços de Belo Horizonte”, afirma a secretária. “Esse marco de dez anos é muito importante e nos faz olhar para tudo que deu certo no Programa, no intuito de vislumbrar crescimento. Queremos ampliar cada vez mais essa cultura de diálogo com a cidade e propiciar, aos nossos alunos, formas diversificadas de aprendizado”, conclui.
 

O secretário municipal de Cultura, Juca Ferreira, ressaltou a importância do Programa para valorizar a cultura na capital mineira. “A importância da Escola Integrada é que ela prepara o indivíduo para a plena realização da condição humana, uma vez que oferece atividades culturais, esportivas e de lazer para além dos muros da escola. A educação é o centro para uma sociedade igualitária e a Escola Integrada é parte desse processo”, avalia o secretário, que destacou ainda o papel do Programa para a criação de uma educação sustentável e atenta ao mercado de trabalho.
 

Entre as ações da Escola Integrada está uma série de visitas a espaços culturais de Belo Horizonte. O Projeto Circuito de Museus promove a visita de estudantes a museus e centros culturais belo-horizontinos. Em 2017, o Projeto levou estudantes para visitas em 31 espaços e atendeu mais de sete mil alunos, de 111 escolas de ensino fundamental.
 

Outra ação de relevância é o Projeto Entrando em Campo. Por meio dessa iniciativa estudantes de escolas municipais têm a oportunidade de assistir a jogos dos clubes América, Atlético Mineiro e Cruzeiro. De maio até agora, cerca de 7 mil estudantes foram contemplados pelo projeto e assistiram a jogos do Campeonato Mineiro e do Campeonato Brasileiro. A ação proporcionou, além da presença nos jogos, a visita dos estudantes ao Centro de Treinamento do América Futebol Clube.
 

No último dia de evento, a Secretaria Municipal de Educação premiará as três escolas que se destacaram na Mostra de Investigação Científica Escolar, realizada nos dias 21 e 22 de setembro de 2017, e entregará também o “Selo BH Sustentável”, que reconhece boas práticas de sustentabilidade ambiental desenvolvidas nas escolas municipais ao longo de 2017.