Pular para o conteúdo principal

Limpeza em estação de ônibus
Foto: PBH/Divulgação

Estações do transporte coletivo de BH são higienizadas até seis vezes ao dia

15/04/2021 | 17:03 | atualizado em 15/04/2021 | 18:34

A Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da BHTrans, vem desde o começo da  pandemia higienizando, diariamente, as seis estações de integração e as 37 estações de transferência  do transporte coletivo da capital, como forma de prevenção à disseminação da Covid-19. 

 

É um trabalho ostensivo de limpeza e desinfecção, conforme explica o gerente de Administração e Manutenção Predial da BHTrans, Odirley Rocha dos Santos. “As higienizações ocorrem com uma frequência de, pelo menos, seis vezes ao dia, em cada estação de integração, e iniciam na parte da manhã e vão até à noite, quando as equipes encarregadas deixam as estações higienizadas para o início da movimentação dos passageiros na manhã seguinte.” 

 

Já as 37 estações de transferência (avenidas Cristiano Machado, Antônio Carlos, Pedro I, Santos Dumont, Paraná e Vilarinho) são limpas e higienizadas duas vezes ao dia. 

 

Para realizar os serviços de limpeza e desinfecção de todos esses locais, são gastos 430 litros de quaternário de amônia, diluídos em água. “Fazemos a desinfecção das estações com o mesmo produto que é utilizado nos postos de saúde. Isso é primordial para garantir a saúde e segurança tanto dos usuários quanto dos funcionários”, explica o gerente. 

 

Aproximadamente 180 empregados, que prestam serviços para a BHTrans, fazem a limpeza, higienização e manutenção nas plataformas dos ônibus, nos bancos de espera, banheiros, elevadores e escadas rolantes. Como uma das formas de contágio pelo Coronavírus é pelas mãos, a atenção da equipe de higienização é redobrada em superfícies e áreas de contato, como os corrimãos das escadas, botões dos elevadores, telefones públicos e torneiras dos banheiros.

 

Os trabalhadores da limpeza executam suas atividades utilizando os equipamentos de proteção individual (EPI), como máscara, luvas, óculos e botas de borracha, indispensáveis, sobretudo, neste período de pandemia. 

 

Na prevenção e no combate ao Coronavírus, todos devem fazer a sua parte. Seja a Prefeitura, promovendo ações de limpeza e desinfecção, seja a população, usando a máscara e higienizando as mãos periodicamente com água e sabão ou álcool em gel.