Pular para o conteúdo principal

Homem de óculos, lê texto à contraluz.
Foto: Camila Rocha

Espetáculo no Teatro Marília reflete sobre trabalho, tempo, amor e arte

31/10/2019 | 21:48 | atualizado em 31/10/2019 | 21:48

O Teatro Marília (avenida Prof. Alfredo Balena, 586, Santa Efigênia) recebe nesta sexta-feira, dia 1º de novembro, às 20h, o espetáculo “Três Tigres Tristes”. Numa mistura de teatro, leitura e performance, a peça reúne quatro atores de diferentes perfis e gerações da cena teatral mineira - Paulo André (Grupo Galpão), Marcelo Castro (Grupo Espanca!), Alexandre Hugo (Cia 15 de Teatro) e Vinícius Souza (Janela de Dramaturgia) - para contar a história de três amigos que, frente a uma crise, decidem abrir um bar. A peça é realizada com recursos do edital CenaPlural e tem entrada gratuita.

 

O espetáculo é a própria leitura de um texto teatral. Nesse texto, três amigos com pouco dinheiro tentam abrir um bar para sobreviver. Aos poucos, esse universo ficcional dos personagens se mistura ao próprio ato da leitura dramática. A rubrica, que são indicações cênicas dentro de um texto teatral, começa a inverter a estrutura e a narrativa da peça, mudando os rumos e sentidos da trama.

 

Se, formalmente, o texto brinca de se desequilibrar entre teatro, leitura e performance, tematicamente ele traz a instabilidade das gerações contemporâneas. A dramaturgia, escrita em 2014, acabou atualizada a partir das últimas crises vividas no Brasil. Questões relacionadas a trabalho, tempo, amor e arte são reveladas na intimidade dos personagens: instáveis entre sucessos e fracassos, fragmentações e eternidades, revoluções e monotonias. “Três Tigres Tristes” é, portanto, também um grito por resistência.

 

 

CenaPlural

O CenaPlural foi criado pela Prefeitura de Belo Horizonte com o objetivo de fortalecer e potencializar a produção artística nos espaços públicos, promover uma programação cultural diversa e qualificada para a população belo-horizontina, além de premiar e difundir o trabalho de artistas, coletivos e grupos locais. Os grupos selecionados vêm se apresentando nos teatros Francisco Nunes, Marília e Raul Belém Machado, além dos centros culturais da Fundação Municipal de Cultura, ou integrando a programação de projetos especiais como o “Terça da Dança” e o “Música de Domingo”. Mais informações para o público pelo telefone (31) 3277-6319.