Pular para o conteúdo principal

Mais de trinta alunos do programa "A hora do código" em sala do computador.
Foto: Divulgação PBH

Ensino de programação e robótica registra recorde de participações em 2018

22/11/2018 | 17:29 | atualizado em 22/11/2018 | 17:38
Graças a uma ação conjunta da Prodabel e da Secretaria Municipal de Educação, o programa “A Hora do Código” registrou, em 2018, a maior participação de crianças e adolescentes de sua história. Saltou de 146 alunos, no ano passado, para 1.217 estudantes neste ano, um aumento superior a 800%.
 

Desenvolvido pela Code.org, uma organização sem fins lucrativos, “A Hora do Código” tem como proposta expandir o ensino de ciência da computação para crianças a adolescentes em escolas de todo o mundo. A estratégia é apresentar o tema de maneira mais lúdica e divertida, utilizando jogos e outras ferramentas para despertar a atenção do público. O programa tem se destacado internacionalmente e ganhou o apoio de mais de 400 milhões de pessoas em todo o planeta, entre elas diversas celebridades, como o criador do Facebook, Mark Zuckerberg, e o jogador de futebol Neymar.


Em Belo Horizonte, a proposta foi implantada pela Prefeitura no ano passado com alunos a partir dos 6 anos da Escola Municipal Carlos Lacerda. Devido ao resultado positivo, a Secretaria Municipal de Educação e a Prodabel ampliaram o atendimento para outras escolas e idades, oferecendo para os estudantes uma oportunidade de conhecer o mundo da programação e da robótica. Cerca de 20 novas escolas municipais, além de uma Escola Municipal de Educação Infantil aderiram ao projeto. Até mesmo alunos da Educação de Jovens e Adultos (EJA) participam da atividade.


Para que este resultado fosse alcançado, outra importante iniciativa foi a capacitação de professores e monitores para abordar o tema com os mais jovens. Além disso, os próprios alunos que se destacam nas primeiras turmas são convidados a se tornar multiplicadores do conteúdo entre os colegas.


Para o coordenador do projeto, Thiago Ferreira da Silva, o principal objetivo é despertar o desejo e o raciocínio lógico, especialmente nos mais jovens. “Eles aprendem rápido e demonstram muito interesse. Com certeza o conhecimento adquirido será levado para a vida inteira”, afirmou.

 


22/11/2018. Programa A Hora do Código leva crianças e adultos para o mundo da Robótica. Fotos: PBH/Divulgação  

Ouça este conteúdo

Últimas Notícias

Vista lateral do Museu de Arte da Pampulha, com lagoa ao fundo, durante o dia. Programa Bolsa Pampulha recebe a artista Rosângela Rennó

O Museu de Arte da Pampulha recebe, nos dias 6 e 7/7, oficina e palestra com a artista Rosângela Rennó.

25/06/2019 | 20:00
Mais de trinta pessoas transitando entre estandes do Festival Internacional de Quadrinhos de Belo Horizonte, o FIQ-BH. FIQ-BH concorre a prêmio Jayme Cortez

Pela sua contribuição para o quadrinho nacional, o Festival Internacional de Quadrinhos de Belo Horizonte concorre a um prêmio.

24/06/2019 | 20:17