Pular para o conteúdo principal

Rei Momo e Rainha e Princesa do Carnaval 2018 se apresentam em local fechado.
Foto: Divulgação PBH

Dia Nacional do Samba e eleição da Corte Momesca movimentam Mercado da Lagoinha

26/11/2019 | 19:09 | atualizado em 27/11/2019 | 07:57

O Mercado da Lagoinha tem agenda agitada neste final de semana: as comemorações do Dia Nacional do Samba, no sábado, dia 30, e a eleição da Corte Momesca do Carnaval 2020, no domingo, dia 1º. Os eventos são promovidos pela Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, da Fundação Municipal de Cultura e da Belotur. Ambos são gratuitos.

 

A ideia de comemorar o samba, ritmo genuinamente brasileiro, surgiu há mais de cinco décadas, em Salvador (BA). Assim, o dia 2 de dezembro ficaria conhecido em todo o território nacional como o Dia Nacional do Samba. A comemoração se nacionalizou e atualmente é realizada em várias capitais do país. 

 

A programação para as comemorações da data em Belo Horizonte conta com a presença de sambistas mineiros de várias gerações, além de duas participações vindas diretamente do Rio de Janeiro. Aline Calixto e o grupo Magnatas do Samba irão receber convidados como Ronaldo Coisa Nossa, Dona Elisa, Tavinho Leoni, Giselle Couto, Marina Gomes, Cacá Monclair, Luciene Gomes, Seu Domingos Cavaco, Julia Rocha, Adriana Araújo e Raimundo do Pandeiro. A esse time tão especial, se unem os cariocas João Cavalcante (ex-Casuarina), e Tia Surica do reduto portelense (Velha-guarda da Portela). 

 

O Secretário Municipal de Cultura, Juca Ferreira, afirma a importância da comemoração desta data. “O samba, principal gênero musical brasileiro, nasceu como uma das principais expressões do complexo cultural que veio para o Brasil. Aqui se modificou com os escravizados e acabou se tornando identidade das comunidades pobres de praticamente todo o país.  Próximo aos rituais sagrados de matriz africana, o samba, sem sair dos quintais dos terreiros, sem perder seus vínculos com os morros e as periferias sociais, ganhou o asfalto”.

 

Juca Ferreira lembra que, ainda do século passado, o samba se tornou uma expressão e até mesmo a identidade dos brasileiros. “Toda sua história como gênero musical está marcada por um movimento de expansão, adaptação, diálogo e amalgamento temporário com outros ritmos, inclusive com alguns vindo de fora do país, como os afro-latinos, e, ao mesmo tempo, mantêm sua natureza, sua célula rítmica, seus espaços tradicionais, suas raízes e sua capilaridade com toda a cultura popular”.

 

 

Eleição da Corte Momesca

Vinte mulheres e 13 homens disputam as vagas de Rei, Rainha e Princesa do Carnaval de Belo Horizonte 2020. A premiação é de R$ 12 mil para Rei e Rainha, e de R$ 9 mil para a Princesa. A eleição da Corte Momesca contará com a apresentação do Bloco Caricato Bacharéis do Samba, Escola de Samba Acadêmicos de Venda Nova, Baluartes do Samba e Mulheres no Samba.

 

“É com grande alegria que o samba invade o Mercado da Lagoinha. A eleição da Corte Momesca é uma tradição de Belo Horizonte, e realizá-la neste local é também uma maneira de homenagear a cultura do samba da região”, comenta Gilberto Castro, presidente da Belotur.

 

Para fazer parte da Corte Momesca do Carnaval de Belo Horizonte 2020 os interessados devem ser brasileiros, residentes em Belo Horizonte, com no mínimo 18 anos e com o primeiro grau completo. Além disso, precisam ser amantes do samba e da folia carnavalesca. Os candidatos serão julgados por uma comissão formada por cinco jurados indicados pela Belotur, que avaliarão os quesitos comunicação, simpatia e espírito carnavalesco; samba no pé; desembaraço, sociabilidade, facilidade de expressão e elegância. 

 

Vale ressaltar que a premiação para a Corte Momesca, assim como todo o orçamento do Carnaval de Belo Horizonte 2020, é proveniente de investimento privado, captado por meio de Edital de Patrocínio. A proposta vencedora do chamamento para o Carnaval 2019/2020, oferecida pela Do Brasil Live Marketing, foi de R$ 10,5 milhões em verba direta, sendo R$ 4,5 milhões para 2019 e R$ 6 milhões para 2020, além de planilhas de estruturas e serviços no valor de R$ 8 milhões para cada ano, o que gera uma economia significativa nos investimentos por parte da Prefeitura. A Skol é uma das patrocinadoras oficiais do Carnaval de Belo Horizonte 2020.

 

 

Serviço 

  • Sábado, dia 30/11 - Dia Nacional do Samba

Horário: das 15h às 20h

Local: Mercado da Lagoinha (avenida Presidente Antônio Carlos, 821 - Lagoinha)

 

Roda de Samba: Aline Calixto e Magnatas do Samba convidam Ronaldo Coisa Nossa, Dona Elisa, Tavinho Leoni, Giselle Couto, Marina Gomes, Cacá Monclair, Luciene Gomes, Seu Domingos Cavaco, Julia Rocha, Adriana Araújo, Raimundo do Pandeiro, Tia Surica e João Cavalcante.

 

  • Domingo, dia 1º/12

Horário: das 14h às 20h30

Local: Mercado da Lagoinha (avenida Presidente Antônio Carlos, 821 - Lagoinha)

 

Eleição da Corte Momesca do Carnaval de Belo Horizonte 2020   
Participação do Bloco Caricato Bacharéis do Samba, Escola de Samba Acadêmicos de Venda Nova, Baluartes do Samba e Mulheres no Samba. 

 

Programação 

14h: Bloco Caricato Bacharéis do Samba

14h30: 1ª parte da eleição com participação da Escola de Samba Acadêmicos de Venda Nova

15h30: Bloco Caricato Bacharéis do Samba

16h: 2ª parte da eleição com participação da Escola de Samba Acadêmicos de Venda Nova

17h10: Grupo Baluartes do Samba

18h30: Grupo Mulheres no Samba

19h30: Resultado da eleição

20h: Grupo Mulheres no Samba


Últimas Notícias

Jovens jogam futebol em quadra Prefeitura inicia projeto de esportes para jovens em conflito com a lei

Os jovens em cumprimento de medidas sócio-educativas terão oportunidade de frequentar, gratuitamente, oficinas esportivas.

13/12/2019 | 17:05
Prédio comercial na rua Caetés Comerciantes comemoram antecipação do décimo terceiro salário pela Prefeitura

A expectativa é que sejam injetados cerca de R$ 105 milhões na economia da capital.

13/12/2019 | 11:35