Pular para o conteúdo principal

Cerca de 24 crianças sentadas no chão de terra, umma delas está de pé e recebe muda de um instrutor, durante o dia. Ao fundo, várias plantas e algunas pessoas.
Foto: SMASAN

Crianças da ocupação Vitória realizam oficina de plantio

09/05/2017 | 16:55 | atualizado em 01/06/2017 | 09:37

Rua Aroeira, número 51, ocupação Vitória, região Norte. O endereço, desconhecido por muitos, é local de prática de plantio de  mulheres, jovens, homens e crianças. A Secretaria de Segurança Alimentar e Nutricional (SMASAN) realizou, na casa de Ana e Walter, uma oficina de plantio de hortas convencionais e em espaços alternativos para as crianças com idade entre 3 e 12 anos no último sábado, dia 6 de maio.

 

O contato com a terra e o incentivo para a prática do plantio desde a primeira infância é um dos objetivos da oficina da SMASAN. Gabriel Reis de Oliveira, de 7 anos, estava no grupo de cerca de 30 crianças que participaram da oficina. Ele falou do seu entusiasmo com a programação. “Eu gostei de aprender a plantar na garrafa pet. Na minha casa não tem horta, só um pé de manga. Então agora eu já posso fazer uma horta lá”, contou Gabriel.

 

A ação foi parte de um evento promovido pela coordenação da ocupação, e incluiu o debate do papel da mulher na sociedade. Segundo Lú de Paula, integrante da coordenação da ocupação, a ideia da oficina de plantio foi para reforçar, em especial nas crianças, a força multiplicadora que a agricultura familiar pode alcançar. “No terreno  de Ana, ela planta e distribui mudas de ervas, chás e ainda verduras e leguminosas, um orgulho e um incentivo para todos nós”, declarou Lú.

 

Segundo dados da coordenação, a ocupação Vitória tem hoje 4.500 famílias cadastradas, somando cerca de 30 mil pessoas.