Pular para o conteúdo principal

Crianças até 9 anos representam 44,7% dos internados por Síndrome Respiratória Aguda Grave em Belo Horizonte
Foto: Divulgação SMSA/PBH

Crianças até 9 anos representam 44,7% dos internados por Síndrome Respiratória

criado em 26/05/2022 - atualizado em 26/05/2022 | 17:20

Levantamento realizado pela Prefeitura de Belo Horizonte aponta que, até 23 de maio, 44,7% dos internados por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) em hospitais da Rede SUS e Suplementar da capital eram de crianças com idade até 9 anos. Das 152 pessoas que precisaram de internação por questões respiratórias, 30 eram crianças menores de 1 ano (19,7% do total dos internados) e 38 crianças com idade entre 1 e 9 anos (25% do total de internados). No mês de abril, crianças até 9 anos representavam 40,7% dos internados por SRAG, do total de 598 pessoas.

“É uma situação que nos preocupa, justamente por ainda estarmos com cobertura vacinal baixa entre as crianças. Com o tempo frio e seco, aumenta a incidência de doenças respiratórias. Estamos com campanha de vacinação contra a Covid-19 e contra a Gripe em andamento, e os pais e responsáveis precisam se conscientizar sobre a importância de as crianças estarem protegidas”, explica a secretária Municipal de Saúde, Cláudia Navarro.

 Atualmente, a cobertura vacinal contra a gripe, entre as crianças, está em 36,5%. Já com relação à vacina contra a Covid-19, 80,6% já receberam a primeira dose e 52,6% foram imunizados com a segunda dose. Em 2022, 5 crianças de até 9 anos morreram por Covid.

Vacinação

A Prefeitura mantém os postos abertos para quem ainda não se vacinou contra Covid e Gripe. Neste sábado (28), serão abertos mais de 80 pontos de vacinação na capital, entre centros de saúde, shoppings, pontos de drive-thru e drogarias. A ação tem como objetivo aumentar o número de pessoas imunizadas. 

Poderão receber a vacina contra  Covid todas as pessoas já convocadas. Serão aplicadas primeira e segundas doses, além das doses adicionais, de reforço e quarta dose. 

A vacina contra a gripe será aplicada em idosos com 60 anos e mais, trabalhadores da saúde, crianças de 6 meses a 4 anos completos, gestantes, puérperas, povos indígenas, professores das escolas públicas e privadas, pessoas portadoras de comorbidades e doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais e pessoas com deficiência permanente. Além de caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros, trabalhadores portuários, profissionais das forças de segurança e salvamento e das forças armadas, funcionários do Sistema de Privação de Liberdade e adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade em medidas socioeducativas e população privada de liberdade.

Todas as informações sobre quem pode se vacinar, documentos exigidos, horários e locais podem ser consultadas no Portal da Prefeitura de Belo Horizonte.