Pular para o conteúdo principal

Coram com cerca de trinta estudantes se apresenta na sede da regional Pampulha, durante o dia.
Foto: Andréa Moreira/PBH

Coral de estudantes apresenta Cantata de Páscoa na sede da regional Pampulha

17/04/2019 | 20:13 | atualizado em 17/04/2019 | 20:13

Um coral de estudantes das escolas municipais Professora Alice Nacif e Santa Terezinha apresentou, no dia 12 de abril, uma Cantata de Páscoa na sede da Coordenadoria de Atendimento Regional Pampulha. O evento, promovido pela Prefeitura, por meio da Diretoria Regional de Educação Pampulha, teve o objetivo de celebrar a Páscoa e mostrar um pouco do trabalho desenvolvido com os estudantes que participam do Programa Escola Integrada nas escolas municipais da região.

 

A apresentação agradou a todos que prestigiaram o evento. Morador do bairro Jaraguá, o comerciante Misael Alvarenga gostou. “Achei maravilhosa. É importante este tipo de atividade porque isso é também uma forma de educar e que faz a diferença na vida da criança”, considerou.

 

A assistente administrativa da Gerência de Vigilância Sanitária Pampulha, Miriam Freitas Barbosa, achou muito bom ter momentos assim no ambiente de trabalho. “Além de ser um incentivo para as crianças, é um momento para nós, funcionários, termos um pouco de lazer no serviço. Isso quebra a rotina e traz leveza para a alma. É uma valorização para a criança e para o trabalhador”, disse.

 

Da mesma forma, a assistente técnica da Diretoria Regional de Fiscalização Pampulha, Myrian Zandona, considerou a iniciativa muito válida. “Achei ótimo. É importante, primeiro para as crianças que passam a ter uma nova visão do que podem fazer. E pra nós, porque a gente dá uma parada no trabalho pra ouvi-las”, assinalou.

 

 

Trabalho duro

Os estudantes foram preparados pelo monitor de musicalização Yuri Jonathan dos Santos, da Escola Municipal Professora Alice Nacif, e pela monitora de canto/coral Simara Ferreira da Escola Municipal Santa Terezinha. Ao som do violão e do saxofone, as crianças apresentaram as músicas Oh Happy Day, Trem Bala, O Sol e Ouvi Dizer, com coreografias criadas por elas mesmas.

 

Como o coral é formado por estudantes de duas escolas diferentes, os ensaios exigiram dedicação e compromisso. “As crianças trabalharam duro para essa apresentação e estavam muito ansiosas para este dia”, contou a monitora Simara Ferreira.

 

Todo esforço valeu a pena, pois a apresentação contagiou os expectadores, que dançaram e cantaram as músicas. Porteiro da MGS na regional Pampulha, Naaman José de Oliveira achou bonito. “As crianças estavam cantando muito alegres. Isso traz alegria pra gente também. Criança sempre diverte”, disse.

 

A coordenadora de Atendimento Regional Pampulha, Neusa Fonseca, ressaltou a importância da iniciativa. “Hoje tivemos algo diferente aqui. O cidadão que veio procurar os serviços da regional encontrou também uma expressão de arte e cultura. Já o trabalhador teve um momento de lazer no ambiente de trabalho. Além disso, apreciamos crianças lindas e muito talentosas. Acho que todos se sentiram valorizados”, definiu.

 

Para a diretora Regional de Educação na Pampulha, Alessandra Luisa Teixeira, essas são importantes para os estudantes. “É preciso valorizar todas as manifestações artísticas no espaço escolar e fortalecer a concepção de que o espaço escolar é um local privilegiado de identidade cultural”, afirmou.