Pular para o conteúdo principal

Mais de vinte pessoas sentadas em uma sala, na eleição da vice-presidência do Comtur.
Foto: Belotur/PBH

Conselho Municipal de Turismo elege vice-presidência

21/09/2017 | 18:34 | atualizado em 26/09/2017 | 09:58

O Conselho Municipal de Turismo de Belo Horizonte (Comtur-BH) elegeu, em sua primeira reunião ordinária da gestão 2017-2018, sua vice-presidência: a empresária e ex-secretária de Estado de Turismo, Érica Drumond. A reunião, que aconteceu na sede da Belotur, na tarde de quarta-feira, dia 20, foi conduzida pelo presidente da Belotur, Aluizer Malab, e contou com a presença do secretário Municipal de Planejamento, Orçamento e Informação, André Reis, e de profissionais da área de Turismo. 

“Belo Horizonte é um destino surpreendente que já possui um calendário turístico e cultural vivo e efervescente. Agora temos que ligar as pontas, trabalhar pactuados para transformar, de uma vez por todas, Belo Horizonte em um destino turístico atraente para todo o mundo”, comentou Malab.

Érica Drumond, além de empresária, é presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de Minas Gerais (ABIH-MG). “Estou sempre à disposição de Belo Horizonte. Farei o que for necessário para aumentar o diálogo entre o empresariado e o setor do Turismo da cidade, junto ao Poder Público”, comenta a vice-presidente do Comtur-BH. Ela destacou a importância da integração entre as entidades de classe, “para não haver sobreposição de trabalho, eventos e datas”.
 

O Comtur-BH


O Conselho Municipal de Turismo de Belo Horizonte (Comtur-BH) foi criado em janeiro de 1997 para deliberar sobre a política municipal de turismo e ações decorrentes dessa política. Os objetivos são promover a governança do turismo na capital mineira com agentes de turismo e fortalecer os elos da cadeia produtiva, fomentando o turismo na cidade e o seu posicionamento como base econômica, propulsora do desenvolvimento local.

É composto por 26 entidades, sendo 11 do poder público, incluindo membros da Câmara Municipal e da sociedade civil de Belo Horizonte.  

Entre as competências do Comtur, estão: o assessoramento ao Executivo na avaliação da Política Municipal de Turismo e na elaboração de planos plurianuais, além da proposição de medidas destinadas a fomentar e democratizar o acesso da população e dos visitantes aos produtos e serviços turísticos; o incremento das receitas provenientes da atividade; e a criação de condições favoráveis para o acesso do setor privado ao mercado.

 

Câmaras Temáticas


O Comtur-BH terá Câmaras Temáticas, com o objetivo de descentralizar a análise de propostas e ações pertinentes às competências e suas responsabilidades. Durante a reunião, foi apresentada a proposta de criação de seis Câmaras Temáticas. 

São elas: 1) Belo Horizonte: Destino Inteligente (plano de inovação no turismo, novas ferramentas de comunicação e uso da tecnologia em benefício do turista); 2) Produtos e Serviços Turísticos (segmentos, territórios, operação turística, apoio à comercialização e turismo de experiência); 3) Dados e Indicadores do Turismo; 4) Turismo MICE (sigla em inglês que quer dizer meetings, incentives, conferences and exhibitions, ou seja, reuniões, incentivos, congressos e exposições); 5) Promoção e Eventos (posicionamento, participação em feiras e eventos, calendário integrado de eventos da cidade, licenciamentos e apoios); 6) Marco Regulatório do Turismo (revisão da legislação, tributos, entre outros).

Uma nova data para reunião do Comtur-BH está sendo definida para outubro.