Pular para o conteúdo principal

Mais de quarenta pessoas sentadas, assistindo a palestra, entre elas um cadeirante.
Foto: Stenio Lima/PBH

Conferência Municipal de Assistência Social de BH tem início na sexta, dia 13/9

12/09/2019 | 19:42 | atualizado em 16/09/2019 | 09:33

Com o tema "Assistência Social: Direito do Povo, com financiamento público e participação social", a Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, Segurança Alimentar e Cidadania, e o Conselho Municipal de Assistência Social promovem, nesta sexta-feira, dia 13, e no sábado, dia 14, a 13ª Conferência Municipal de Assistência Social. O evento reunirá, no SESC Venda Nova (rua Maria Borboleta, s/nº, bairro Novo Letícia), membros da sociedade civil (usuários, trabalhadores e entidades e organizações de assistência social) e representantes do governo. São esperadas 900 pessoas nos dois dias de atividades.

 

O objetivo da conferência é avaliar a situação atual da política de assistência social na capital e propor novas diretrizes para o seu aperfeiçoamento, em especial quanto aos avanços do Sistema Único de Assistência Social. Para essa edição, as discussões e deliberações são norteadas por quatro eixos: o papel da política de Assistência Social frente às violências; diversidade de inclusão no Sistema Único de Assistência Social; integralidade e intersetorialidade na efetivação dos direitos socioassistenciais e financiamento e gestão democrática do Sistema Único de Assistência Social. Na ocasião, serão eleitos, ainda, os delegados para a Conferência Regional de Assistência Social Metropolitana.

 

A secretária municipal de Assistência Social, Segurança Alimentar e Cidadania, Maíra Colares, destaca o caráter participativo e democrático das conferências. “Este é o momento de reafirmar os direitos socioassistenciais como um direito constitucional e como um sistema de proteção social às pessoas em situações de vulnerabilidade. A conferência é o momento no qual a voz dos usuários é potencializada, em especial neste contexto de defesa da seguridade social”, afirma.

 

A secretária destaca, ainda, os avanços da política no Município. “Em Belo Horizonte, a Assistência Social teve atenção especial nos últimos anos com grandes avanços na proteção social, inclusive com ampliação dos serviços de proteção social básica e especial. Alguns exemplos nesse sentido são a ampliação do Programa Maior Cuidado para 100% de territórios de Centros de Referência de Assistência Social (CRAS), a criação do serviço de proteção a pessoas com deficiência e idosos no domicílio e a república para acolhimento de jovens egressos do acolhimento institucional", destaca.

 

A programação completa da 13ª Conferência está disponível aqui.


Últimas Notícias

Informativo sobre o Cornavírus em Belo Horizonte Reuniões do Conselho Municipal de Política Urbana serão de forma virtual

O calendário de reuniões do Conselho Municipal de Política Urbana será retomado de modo virtual a partir da próxima quinta-feira, dia 28.

25/05/2020 | 19:45
Mão segurando um celular com a tela do novo Portal de Serviços da Prefeitura PBH disponibiliza serviço de Identificação de Condutor Infrator pela internet

O serviço possibilita ao munícipe indicar o motorista que estava conduzindo o seu veículo no momento da infração.

21/05/2020 | 09:59