Pular para o conteúdo principal

Cinco atendentes em um balcão realizam as inscrições de dois cidadãos na Conferência de Saúde da Regional Oeste.
Foto: Divulgação PBH

Conferência de Saúde da Oeste discute propostas para BH

24/05/2017 | 17:59 | atualizado em 06/03/2018 | 16:00

Sucesso em número de participantes e com muitas propostas aprovadas, foi realizada, nos dias 19 e 20 de maio, no auditório da Escola de Formação de Sargentos, no bairro Prado, a XIV Conferência Distrital de Saúde da Regional Oeste.

 

Dentre os objetivos da Conferência, ressalta-se o de possibilitar a participação dos diversos segmentos da sociedade na gestão do Sistema Único de Saúde do Município, como prática efetiva da cidadania, participação e inclusão social.

 

O coordenador de Administração Regional Municipal Oeste, Gelson Leite, externou sua satisfação em ver a expressiva presença no evento e pontuou sobre a importância de os cidadãos continuarem batalhando por mais espaço e mais atuação na gestão municipal. “É conversando que vamos aperfeiçoar ainda mais as nossas políticas públicas. As decisões serão acertadas apenas se forem tomadas em parceria com a população”.

 

Os presentes na Conferência assistiram à palestra da médica referência técnica da Gerência de Atenção à Saúde da Secretaria Municipal de Saúde (SMSA), Sônia Gesteira, que discorreu sobre o tema principal dos debates – “SUS: nenhum direito a menos”. A médica enfatizou que “as conferências têm um papel fundamental na decisão do que é prioridade para a nossa cidade, e que este é um momento em que realmente precisamos nos unir e lutar por tudo que conquistamos e ainda precisamos conquistar”.

 

Participaram dos dois dias da Conferência cerca de 250 pessoas, dentre delegados eleitos em conferências locais, gestores, trabalhadores e usuários do SUS. Foram mobilizados 18 Centros de Saúde da Regional Oeste, juntamente com a equipe do Distrito Sanitário Oeste, pessoas indicadas pelos movimentos populares e representantes dos sindicatos. Houve ainda a eleição de 156 delegados, sendo 78 usuários, 39 trabalhadores e 39 gestores, que terão direito ao voto na Conferência Municipal de Saúde.

 

Conferência Municipal de Saúde

A Conferência Municipal de Saúde será realizada de 8 a 10 de junho, no Minascentro. A seguir, as propostas serão levadas para a Conferência Estadual e, por fim, à Conferência Nacional de Saúde, em Brasília.