Pular para o conteúdo principal

Sala fechada, com mesa em formato de U, tem cerca de 15 pessoas sentadas

COMUC discute e aprova proposta orçamentária da Cultura para 2019

30/07/2018 | 18:12 | atualizado em 05/11/2018 | 14:42

A Secretaria Municipal de Cultura promoveu, no último dia 25 de julho, a 31ª reunião extraordinária do Conselho Municipal de Política Cultural (Comuc), realizada na sede da Prefeitura. A pauta do encontro foi a previsão orçamentária para a cultura em 2019. Estiveram presentes 32 conselheiros, além de 14 visitantes, entre eles, representantes da Comissão de Educação, Ciência, Tecnologia, Cultura, Desporto, Lazer e Turismo da Câmara Municipal.
 

O presidente da Fundação Municipal de Cultura, Romulo Avelar, e o secretário adjunto de Cultura, Gabriel Portela, abriram a reunião pontuando os esforços feitos para incorporar, na nova proposta orçamentária, uma visão mais ampla das políticas de cultura, as diversas questões presentes no Plano Municipal de Cultura, e as definições do próprio Comuc em relação às diretrizes para a gestão.
 

“O compartilhamento das decisões sobre o orçamento da cultura com a sociedade civil é essencial para a construção de uma política pública que se paute pelas demandas e pela escuta atenta da sociedade. Além dessa construção participativa, empenhamos nossos esforços na captação de recursos públicos e privados e temos pleiteado a realização de novos projetos para a Prefeitura”, comenta o secretário adjunto da Cultura, Gabriel Portela Saliés.
 

O Conselho aprovou o orçamento de cerca de R$ 75,3 milhões, destinados às ações e políticas da Secretaria Municipal de Cultura, Fundo Municipal de Cultura, Fundo de Proteção do Patrimônio Cultural de Belo Horizonte e Fundação Municipal de Cultura. O valor, no entanto, ainda será analisado pela Secretaria Municipal de Planejamento, Orçamento e Gestão e, posteriormente, encaminhado para Câmara Municipal, podendo sofrer alterações.