Pular para o conteúdo principal

Prédio comercial na rua Caetés
Foto: Divino Advincula

Comerciantes comemoram antecipação do décimo terceiro salário pela Prefeitura

13/12/2019 | 11:35 | atualizado em 15/12/2019 | 23:37

Para acelerar o aquecimento da economia na cidade, a Prefeitura de Belo Horizonte antecipou o pagamento da segunda parcela do décimo terceiro salário do funcionalismo municipal. O abono, que seria creditado em 20 de dezembro, foi pago nesta sexta-feira, dia 13. A expectativa é que sejam injetados cerca de R$ 105 milhões na economia da capital. A primeira parcela, paga em julho, foi de R$ 127 milhões.

Atualmente, a Prefeitura contabiliza 47 mil servidores ativos e 19 mil aposentados e pensionistas. Segundo o secretário municipal de Planejamento, Orçamento e Gestão, André Reis, o adiantamento só foi possível devido ao esforço do Executivo em manter a organização financeira.

“Pelo terceiro ano consecutivo conseguimos adiantar a segunda parcela do décimo terceiro, assim como encerrar o ano com o pagamento do salário em dia de todo o funcionalismo. Isso é resultado de um planejamento criterioso e de uma gestão responsável, que prioriza e valoriza os servidores sem comprometer as políticas públicas para melhoria da qualidade de vida da população”, disse.

Para o secretário municipal de Fazenda, Fuad Noman, foi necessário manter um rígido controle durante o ano para que houvesse essa estabilidade das contas públicas. “O município tem mantido o equilíbrio das contas por meio de austeridade na definição dos gastos públicos e eficiência na aplicação dos recursos. Isso possibilitou que houvesse disponibilidade financeira para o pagamento, garantindo ao servidor alguns dias a mais para planejar suas despesas de final de ano, além de contribuir para o aquecimento da economia local”, relatou.

A decisão de pagar antecipadamente o abono beneficiará, principalmente, o comércio da capital. O presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL-BH), Marcelo Souza e Silva, destacou a importância da medida para o setor. “O adiantamento ajuda a pagar as dívidas e fazer um planejamento de contas. Inclusive, a CDL-BH assinou um ofício parabenizando o prefeito pela iniciativa, porque auxilia na economia da cidade. A antecipação do pagamento do décimo terceiro ajuda tanto no meio do ano quanto no fim”, destacou.

Ainda de acordo com o presidente da CDL-BH, o valor pago antecipadamente movimenta as vendas dessa época. “Dezembro é o melhor mês do ano. Haverá um aumento de cerca de 3% em relação ao ano anterior, em torno de R$ 3,4 bilhões, na venda natalina. E esse valor que vem da Prefeitura de Belo Horizonte ajuda muito nesse aumento”, completou.


Bom para os negócios


Adiantar a data da segunda parcela do abono tem sido uma boa iniciativa para os lojistas, que esperam boas vendas para o fim do ano. Para o presidente da Associação dos Comerciantes do Hipercentro, Flávio Froes, a antecipação só tem pontos positivos. “Comerciante vive da renda. As pessoas giram a renda para gerar economia. Então, se o poder público deixa de pagar ou adia o décimo terceiro, influencia nas vendas. Da mesma forma que pagar adiantado ajuda”, relatou.


Últimas Notícias

Duas mulheres sentadas em barraca de vendas de artesanato Sagrada Família terá feira de artesanato e comidas a partir de domingo, dia 19

A feira faz parte do Programa Jornada Produtiva, que cria novas oportunidades de trabalho e renda e regulariza a situação de trabalhadores.

17/01/2020 | 17:58
Caçamba na margem da rua, durante o dia. Prefeitura intensifica fiscalização de caçambas em toda a cidade

A Lei 11.212/20 altera o Código de Posturas,determina apreensão do equipamento e aplicação imediata de multa à empresa ou à quem a contratou

17/01/2020 | 12:43