Pular para o conteúdo principal

Prédio comercial na rua Caetés
Foto: Divino Advincula

Comerciantes comemoram antecipação do décimo terceiro salário pela Prefeitura

13/12/2019 | 11:35 | atualizado em 15/12/2019 | 23:37

Para acelerar o aquecimento da economia na cidade, a Prefeitura de Belo Horizonte antecipou o pagamento da segunda parcela do décimo terceiro salário do funcionalismo municipal. O abono, que seria creditado em 20 de dezembro, foi pago nesta sexta-feira, dia 13. A expectativa é que sejam injetados cerca de R$ 105 milhões na economia da capital. A primeira parcela, paga em julho, foi de R$ 127 milhões.

Atualmente, a Prefeitura contabiliza 47 mil servidores ativos e 19 mil aposentados e pensionistas. Segundo o secretário municipal de Planejamento, Orçamento e Gestão, André Reis, o adiantamento só foi possível devido ao esforço do Executivo em manter a organização financeira.

“Pelo terceiro ano consecutivo conseguimos adiantar a segunda parcela do décimo terceiro, assim como encerrar o ano com o pagamento do salário em dia de todo o funcionalismo. Isso é resultado de um planejamento criterioso e de uma gestão responsável, que prioriza e valoriza os servidores sem comprometer as políticas públicas para melhoria da qualidade de vida da população”, disse.

Para o secretário municipal de Fazenda, Fuad Noman, foi necessário manter um rígido controle durante o ano para que houvesse essa estabilidade das contas públicas. “O município tem mantido o equilíbrio das contas por meio de austeridade na definição dos gastos públicos e eficiência na aplicação dos recursos. Isso possibilitou que houvesse disponibilidade financeira para o pagamento, garantindo ao servidor alguns dias a mais para planejar suas despesas de final de ano, além de contribuir para o aquecimento da economia local”, relatou.

A decisão de pagar antecipadamente o abono beneficiará, principalmente, o comércio da capital. O presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL-BH), Marcelo Souza e Silva, destacou a importância da medida para o setor. “O adiantamento ajuda a pagar as dívidas e fazer um planejamento de contas. Inclusive, a CDL-BH assinou um ofício parabenizando o prefeito pela iniciativa, porque auxilia na economia da cidade. A antecipação do pagamento do décimo terceiro ajuda tanto no meio do ano quanto no fim”, destacou.

Ainda de acordo com o presidente da CDL-BH, o valor pago antecipadamente movimenta as vendas dessa época. “Dezembro é o melhor mês do ano. Haverá um aumento de cerca de 3% em relação ao ano anterior, em torno de R$ 3,4 bilhões, na venda natalina. E esse valor que vem da Prefeitura de Belo Horizonte ajuda muito nesse aumento”, completou.


Bom para os negócios


Adiantar a data da segunda parcela do abono tem sido uma boa iniciativa para os lojistas, que esperam boas vendas para o fim do ano. Para o presidente da Associação dos Comerciantes do Hipercentro, Flávio Froes, a antecipação só tem pontos positivos. “Comerciante vive da renda. As pessoas giram a renda para gerar economia. Então, se o poder público deixa de pagar ou adia o décimo terceiro, influencia nas vendas. Da mesma forma que pagar adiantado ajuda”, relatou.


Últimas Notícias

Agentes da Defesa Civil em atendimento na Vila Biquinhas Prefeitura atende 474 chamados em razão das chuvas nas últimas 36 horas

Assim como no dia anterior, moradores do Barreiro foram os que mais acionaram a Defesa Civil, totalizando 53 chamados nesta sexta-feira.

24/01/2020 | 19:10
Ministra do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia, o procurador-geral de Justiça Antônio Sérgio Tonet e o prefeito Alexandre Kalil Ministra Cármen Lúcia visita gabinete do prefeito no COP

O encontro foi realizado no Centro Integrado de Operações de Belo Horizonte (COP-BH), para onde o prefeito transferiu seu gabinete.

24/01/2020 | 14:23