Pular para o conteúdo principal

Mulher segura cachorro na Praça da Savassi. Ao lado dela, há quadros pintados
Foto: Marcelo Machado/PBH

Com shows, food trucks e cerveja artesanal, BH é da Gente atrai 2500 pessoas

06/08/2018 | 10:06 | atualizado em 06/08/2018 | 10:06

Embaladas por jazz, blues e soul music, cerca de 2500 pessoas estiveram no BH é da Gente – Savassi neste domingo (5/8). Realizado pela Prefeitura de Belo Horizonte (PBH), por meio da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer (Smel), o programa teve como atração o Buena Vista Jazz e Blues Festival, um evento com shows, gastronomia, cervejas artesanais, arte, artesanato e espaço pet, além de uma exposição de fuscas.
 

“Está muito gostoso aqui. Há uma diversidade de atrações, como arte, bons shows, público legal. Ver a Praça da Savassi assim, ocupada pela população em um domingo, é ótimo”, disse a arquiteta Lucianne Missiaggia, acompanhada por Meg, uma cadelinha maltês de dois anos. “Foi a minha primeira vinda aqui. Vou fazer propaganda porque é um programa muito recomendável”, completou.
 

As cantoras Elaine Abras, Denise Schneider e Carla Sceno trouxeram ao público clássicos de jazz, blues, rhythm and blues e soul, interpretando hits de artistas como Steve Wonder, Ella Fitzgerald, Amy Winehouse e Michael Jackson, entre outros.
 

“Boa música, espaço excelente, gente bacana. Gostamos muito e vamos voltar com frequência”, afirmou o administrador de empresas Silvio Barreto, acompanhado da esposa Raissa e da filha Maria, de apenas um ano de idade. “Agora vou ali tomar um chopp”, acrescentou Silvio, com um sorriso no rosto.
 

Quem esteve também pela primeira vez no BH é da Gente – Savassi foi o quadrinista Celton, conhecido nas ruas da cidade por vender em meio ao trânsito as revistas que ele faz: “Achei ótimo. O que mais gosto é ver as pessoas na rua. Com bons eventos, gente legal aparece. E, ainda por cima, posso vender minhas revistas.”
 

Uma das atrações do evento foi a Esquina da Arte, que reuniu artistas plásticos de diversos estilos. Um deles era Luiz Pêgo, que fez um quadro durante o evento, usando como modelo a professora de arte Raissa Areal, que estava caracterizada como Frida Kahlo. “Levei umas duas horas para fazer o quadro. Estou feliz por participar do BH é da Gente. Espero que essa parceria se torne definitiva”, observou Pêgo.
 

Produtor do Buena Vista Jazz e Blues, Ivan Chagas comemorou a parceria com a PBH: “Pelo menos 2500 pessoas estiveram aqui. Foi um sucesso. Vamos tentar fazer o evento com frequência dentro do BH é da Gente.”
 

De acordo com o secretário municipal de Esportes e Lazer, Elberto Furtado, a ocupação do espaço público com qualidade é um dos pilares de lazer da PBH. “O BH é da Gente é um programa que veio para ficar e sempre vai buscar parcerias e eventos para oferecer à população momentos de diversão, descontração e bem estar”, declarou ele, que marcou presença no local, como faz a cada domingo.

 

Silva Lobo

O BH é da Gente é um programa recreativo em espaço urbano realizado aos domingos, das 7h às 14h, na Savassi e no trecho da avenida Silva Lobo, no bairro Grajaú. 
 

O objetivo é promover a prática de atividades físicas, esportivas e de lazer ao ar livre, bem como a convivência e a cidadania em vias e locais públicos, abrindo espaço para a ocupação urbana pela população e fomentando a apropriação do espaço público.