Pular para o conteúdo principal

Artistas
Foto: Bianca Aun

Circuito Municipal de Cultura: programação tem premiação e exibição de Marte Um

criado em 16/09/2022 - atualizado em 16/09/2022 | 15:26

A Prefeitura de Belo Horizonte, em parceria com o Instituto Odeon e o Movimento Belo Horizonte + Feliz, dá continuidade às atividades do terceiro ano do Circuito Municipal de Cultura. Aberta pela apresentação da peça “De Tempo Somos”, do Grupo Galpão, a programação também contará com atrações de cinema, música e dança no mês de setembro. Entre elas, a cerimônia de entrega de títulos de “Mestre da Cultura Popular de Belo Horizonte” aos vencedores do 5ª “Prêmio Mestres da Cultura Popular”, que acontece no sábado (24), no Centro de Referência da Cultura Popular - Parque Municipal Fazenda Lagoa do Nado; o show “Percussão Circular convida Sérgio Pererê”, numa edição especial do “Música de Domingo”, no domingo (25), no Teatro Francisco Nunes; e a exibição de “Marte Um” – filme do mineiro Gabriel Martins, escolhido para representar o Brasil no Oscar 2023 – na terça-feira (27), no Cine Santa Tereza. Mais informações sobre as atrações podem ser encontradas nas redes sociais do Circuito Municipal de Cultura e no Portal Belo Horizonte.

 

A programação de setembro começa nesta quinta-feira (22), com mais uma edição do projeto “Quinta no Raul”. Desta vez, quem se apresenta no Teatro Raul Belém Machado, a partir das 20h, é o grupo Magnatas do Samba. Formado por Renatinho Magnata (vocais e surdo), Felipe Magnata (voz), Pablo do Cavaco (cavaco) e Marcelo Rufino (percussão), o grupo apresenta seu repertório autoral, construído junto ao Maestro Rildo Hora, e influenciado por nomes como Zeca Pagodinho, Diogo Nogueira, Dudu Nobre, Fundo de Quintal e Maria Rita. A atração é gratuita, mediante retirada antecipada de ingressos.

 

5º Prêmio Mestres da Cultura Popular de Belo Horizonte

No sábado (24), às 10h, acontece a cerimônia de entrega de títulos de Mestre da Cultura Popular de Belo Horizonte aos contemplados pelo Edital "5º Prêmio Mestres da Cultura Popular de Belo Horizonte". Com apresentações de Evandro Passos e do Coletivo Clã Sambadeiras de Minas, o evento ocorre a partir das 10h, no Centro de Referência de Cultura Popular – Parque Municipal Fazenda Lagoa do Nado. Premiação tradicional na cidade, a iniciativa tem o objetivo de reconhecer, valorizar e divulgar a atuação dos mestres e mestras da cultura popular, responsáveis pela transmissão e perpetuação de saberes, celebrações e formas de expressão que compõem o patrimônio cultural imaterial da nossa cidade. Assim como ocorreu na última edição, em 2021, a Prefeitura de Belo Horizonte premiou 25 mestres e mestras, sendo que cada um recebeu um prêmio de R$ 15 mil e receberá na cerimônia um certificado alusivo ao título de “Mestre da Cultura Popular de Belo Horizonte”.

 

A abertura do evento de premiação, ficará por conta de um dos mestres premiados, Evandro Passos. O ator e coreógrafo apresentará a performance “Isidoro um negro de quilate”, que conta a história de Isidoro Amorim, homem negro escravizado que conseguiu adquirir sua carta de alforria, tornando-se um dos maiores faiscadores de diamantes nas Minas Gerais. Após a entrega dos certificados, o grupo composto por mulheres educadoras e artistas pretas das Alterosas, o Clã Sambadeiras de Minas faz um show com cantigas e brincadeiras do samba de roda, samba de caboclo e composições das próprias sambadeiras. Daisy Lisboa, uma das integrantes do coletivo, é também uma das mestras premiadas nesta edição. Gratuito, o evento tem classificação livre e contará com intérprete de libras.

 

Música de Domingo

Outro destaque da programação é a apresentação do show “Percussão Circular convida Sérgio Pererê”, numa edição especial do “Música de Domingo”. Marcado para este domingo (25), no Teatro Francisco Nunes, o espetáculo tem a regência do maestro e fundador da Percussão Circular, Di Souza, e conta com 30 artistas, entre cantores, instrumentistas e percussionistas. A apresentação celebra os instrumentos de percussão como protagonistas dos arranjos, levando ao público a diversidade musical do imaginário popular brasileiro. No repertório, canções de Siba, Céumar, Michelle Oliveira, Sérgio Sampaio, Mateus Aleluia, Chico César e do próprio Sérgio Pererê, grande convidado da noite. O show começa às 11h e é gratuito, com retirada de ingressos antecipada.

 

Cinema e dança

Na terça-feira (27), o “Circuito Cine Santê” realiza a exibição de “Marte Um”, do mineiro Gabriel Martins, da produtora Filmes de Plástico, de Contagem (MG). Escolhido para representar o Brasil no Oscar 2023, como concorrente à indicação de “Melhor Filme Estrangeiro”, o filme conta sobre o dia a dia de uma família negra de classe média baixa na periferia de uma grande capital. Entre trabalhos, utopias, amores e traumas, os Martins tentam seguir vivendo num Brasil em mudanças. O filme será exibido às 19h, no Cine Santa Tereza. Depois, acontecerá uma sessão comentada com o diretor Gabriel Martins e o ator Carlão. mediada pelo jornalista Gabriel Araújo. A entrada é gratuita, mediante retirada de ingressos, com classificação mínima de 16 anos.

 

Também na terça-feira (27), às 19h, o Teatro Marília recebe mais uma edição do “Terça da Dança”. Desta vez, o projeto recebe o espetáculo “Cartografias”, do Grupo Contemporâneo de Dança Livre. Trata-se de uma obra de improvisação em dança, com a participação de 17 artistas de cinco países da América Latina, que investiga as relações e potências do encontro entre corpo, territorialidade e poesia e os atravessamentos entre real e virtual. A entrada é gratuita, mediante retirada de ingressos, e a classificação é livre.

 

Cadastramento

O Circuito Municipal de Cultura está com cadastramento aberto para propostas artísticas e culturais que poderão compor a programação de 2022 e 2023. As inscrições acontecem até as 23h59 de 2 de outubro, por meio de formulário on-line disponível no site www.circuitomunicipaldecultura.com.br.  Os cachês podem chegar a R$3.100. Por meio de chamamento público, serão selecionadas, no mínimo, 70 atrações. As linguagens artísticas compreendem artes visuais, cinema, circo, cultura popular e urbana, dança, literatura, música e teatro. Presenciais e, em alguns casos híbridas, as apresentações poderão integrar as agendas dos equipamentos culturais municipais e dos sete centros culturais de BH.

 

Sobre o Circuito Municipal de Cultura

Projeto estratégico da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte, o Circuito Municipal de Cultura tem como objetivo promover a descentralização e a democratização do acesso a uma ampla programação artístico-cultural, atendendo a todas as regionais da cidade, valorizando e fomentando a produção cultural local dos diversos territórios da cidade. O Circuito Municipal de Cultura oferece programação contínua, em diversos formatos, a partir de ações descentralizadas nas nove regionais da PBH. São realizados shows, espetáculos cênicos, intervenções urbanas, exibição de filmes e mostras temáticas, além de atividades de reflexão e formação.

 

Sobre o Movimento Belo Horizonte + Feliz

O Movimento Belo Horizonte + Feliz busca dinamizar a vida cultural, social, turística, urbana e econômica da cidade. O projeto foi criado para estimular a realização de atividades regulares e regionalizadas de lazer, arte, cultura, turismo, gastronomia e esportes em espaços públicos de Belo Horizonte, como praças e parques. O principal objetivo é promover uma ação democrática e participativa, com o fomento da economia criativa e local, estimulando o convívio, o senso de comunidade e o desenvolvimento da cidadania em toda a capital.

Circuito nas redes: Site | Instagram | Facebook | YouTube