Pular para o conteúdo principal

Cena do filme "Jeca contra o capeta". Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Cine Santa Tereza recebe mostra com filmes de Mazzaropi

04/07/2017 | 09:07 | atualizado em 31/08/2017 | 13:37

A Fundação Municipal de Cultura apresenta, até o dia 16 de julho, no MIS Cine Santa Tereza, a mostra “Mazzaropi: um caipira no cinema”. Realizada com o apoio do Museu Mazzaropi, a mostra exibe filmes do ator, diretor e produtor criador do caipira mais famoso do cinema nacional. As sessões acontecem de quarta a domingo e a entrada é gratuita. Os ingressos serão distribuídos trinta minutos antes das sessões.

 

Considerado mito e gênio do cinema brasileiro, Amácio Mazzaropi imortalizou a figura do caipira ao longo de sua carreira. A vasta produção de cinematográfica do ator, diretor e produtor conta com mais de 30 filmes que ainda hoje fazem sucesso entre os espectadores.

 

A programação traz comédias emblemáticas como “Zé do Periquito” (1960), “O Corintiano (1967)”, “Jeca contra o capeta” (1976), “O puritano da Rua Augusta” (1965), “Betão Ronca Ferro” (1970) dentre outros. A mostra conta também com uma exposição de cartazes originais de filmes do Mazzaroppi, que integram o acervo do Museu da Imagem e do Som de Belo Horizonte. Toda a programação é gratuita e os ingressos são distribuídos trinta minutos antes das sessões.

 

 

Mostra Mazzaropi: um caipira no cinema

Até o dia 16 de julho, de quarta a domingo

Cine Santa Tereza (Rua Estrela do Sul, 89 – Santa Tereza)

ENTRADA GRATUITA

Informações para o público: 3277-4699

 

 

PROGRAMAÇÃO MAZZAROPI: UM CAIPIRA NO CINEMA

 

Dia 5 de julho, quarta-feira

Às 17h

Jecão... Um Fofoqueiro no Céu (Amácio Mazzaropi, Pio Zamuner | Brasil | 1977 | Comédia | 105 min)

A cidadezinha recebe festivamente o caipira que volta de São Paulo com o prêmio da loteria. Um fazendeiro ganancioso o assalta e o mata. Do céu, ludibriando os anjos, o caipira retorna ao planeta para prender o assassino.

Classificação indicativa: livre

 

Dia 6 de julho, quinta-feira

Às 17h

O Jeca Contra o Capeta (Amácio Mazzaropi, Pio Zamuner | Brasil | 1976 | Comédia | 87 min)

Numa pequena cidade do interior, a notícia da aprovação do divórcio alegra uma viúva cuja ideia fixa é conquistar o caipira Poluído. Este, porém, é bem casado e feliz. Após uma discussão sobre o divórcio com Camarão, um dos empregados de Dionísia aparece morto, e o crime é atribuído ao rapaz. Sátira nacional ao filme "O Exorcista".

Classificação indicativa: livre.

 

Às 19h30

O Jeca Macumbeiro (Amácio Mazzaropi, Pio Zamuner | Brasil | 1975 | Comédia | 87 min)

Pirola é um pobre caboclo que vive na fazenda do patrão, coronel Januário, morando num casebre com o filho Zé. Um dia Pirola recebe surpreso a visita de um velhinho amigo que, sentindo-se na hora da morte, leva-lhe de presente um saco cheio de dinheiro. Januário, que secretamente está às portas da falência, finge ser um pai de santo para tentar apropriar-se do dinheiro do pobre Pirola.

Classificação indicativa: livre.

 

Dia 7 de julho, sexta-feira

Às 17h

Zé do Periquito (Amácio Mazzaropi, Ismar Porto | Brasil | 1960 | Comédia | 100 min)

Pobre jardineiro, de um colégio secundário grã-fino, se apaixona por uma das estudantes. Esse romance impossível será o responsável pelas mais variadas encrencas e situações engraçadas.

Classificação indicativa: livre.

 

Às 19h30

Betão Ronca Ferro (Geraldo Affonso Miranda, Pio Zamuner | Brasil | 1970 | Comédia | 100 min)

O empregado de um cirquinho mambembe tem seu emprego ameaçado depois que sua filha se casa e deixa o espetáculo.

Classificação indicativa: livre.

 

Dia 8 de julho, sábado

 Às 19h

O Lamparina (Glauco Mirko Laurelli | Brasil | 1964 | Comédia | 83 min)

Cansada de São Paulo, uma família de caipiras emigra para o Nordeste das caatingas, do Cangaço, da seca e da violência. Tentando arrumar um emprego, são confundidos com cangaceiros e perseguidos pela polícia.

Classificação indicativa: livre.

 

Dia 9 de julho, domingo

Às 17h

O Corintiano (Milton Amaral | Brasil | 1967 | Comédia | 95 min)

Seu Manuel, um barbeiro fanático pelo Corinthians, faz de tudo para torcer pelo seu time de coração: entra em conflitos com seus vizinhos palmeirenses, faz promessas malucas, orações, sofrimentos e xingamentos na arquibancada. Além disso, insiste que seu filho jogue futebol no Corinthians e abandone o curso de Medicina.

Classificação indicativa: livre.

 

Às 19h

O Puritano da Rua Augusta (Amácio Mazzaropi | Brasil | 1965 | Comédia | 102 min)

Pai de família extremamente conservador deixa os filhos loucos ao tentar manter a “moral e os bons costumes” sempre em primeiro lugar. Após sofrer um ataque do coração passa a se comportar como um jovem outra vez: muda o cabelo, as roupas e até o gosto pela música.

Classificação indicativa: livre.

 

Dia 12 de julho, quarta-feira

Às 17h

O Jeca Macumbeiro (Amácio Mazzaropi, Pio Zamuner | Brasil | 1975 | Comédia | 87 min)

Pirola é um pobre caboclo que vive na fazenda do patrão, coronel Januário, morando num casebre com o filho Zé. Um dia Pirola recebe surpreso a visita de um velhinho amigo que, sentindo-se na hora da morte leva-lhe de presente um saco cheio de dinheiro. Januário, que secretamente está às portas da falência, finge ser um pai de santo para tentar apropriar-se do dinheiro do pobre Pirola.

Classificação indicativa: livre.

 

Às 19h30

Zé do Periquito (Amácio Mazzaropi, Ismar Porto | Brasil | 1960 | Comédia | 100 min)

Pobre jardineiro, de um colégio secundário grã-fino, se apaixona por uma das estudantes. Esse romance impossível será o responsável pelas mais variadas encrencas e situações engraçadas.

Classificação indicativa: livre.

 

Dia 13, quinta-feira

Às 17h

O Lamparina (Glauco Mirko Laurelli | Brasil | 1964 | Comédia | 83 min)

Cansada de São Paulo, uma família de caipiras emigra para o Nordeste das caatingas, do Cangaço, da seca e da violência. Tentando arrumar um emprego, são confundidos com cangaceiros e perseguidos pela polícia.

Classificação indicativa: livre.

 

Dia 14, sexta-feira

Às 17h

O Corintiano (Milton Amaral | Brasil | 1967 | Comédia | 95 min)

Seu Manuel, um barbeiro fanático pelo Corinthians, faz de tudo para torcer pelo seu time de coração: entra em conflitos com seus vizinhos palmeirenses, faz promessas malucas, orações, sofrimentos e xingamentos na arquibancada. Além disso, insiste que seu filho jogue futebol no Corinthians e abandone o curso de Medicina

Classificação indicativa: livre.

 

Às 19h30

Betão Ronca Ferro (Geraldo Affonso Miranda, Pio Zamuner | Brasil | 1970 | Comédia | 100 min)

O empregado de um cirquinho mambembe tem seu emprego ameaçado depois que sua filha se casa e deixa o espetáculo.

Classificação indicativa: livre.

 

Dia 15, sábado

Às 19h

O Puritano da Rua Augusta (Amácio Mazzaropi | Brasil | 1965 | Comédia | 102 min)

Pai de família extremamente conservador deixa os filhos loucos ao tentar manter a “moral e os bons costumes” sempre em primeiro lugar. Após sofrer um ataque do coração passa a se comportar como um jovem outra vez: muda o cabelo, as roupas e até o gosto pela música.

Classificação indicativa: livre.

 

Dia 16 de julho, domingo

Às 17h

Zé do Periquito (Amácio Mazzaropi, Ismar Porto | Brasil | 1960 | Comédia | 100 min)

Pobre jardineiro, de um colégio secundário grã-fino, se apaixona por uma das estudantes. Esse romance impossível será o responsável pelas mais variadas encrencas e situações engraçadas.

Classificação indicativa: livre.