Pular para o conteúdo principal

Árvores de parque
Divulgação/PBH

Cidadão pode solicitar vistorias em árvores nos canais da PBH

criado em 29/11/2022 - atualizado em 29/11/2022 | 16:58

A Prefeitura de Belo Horizonte realiza serviços de poda e supressão de árvores que possam oferecer riscos à população durante todo o ano. Ainda assim, a chegada do período chuvoso aumenta o número de ocorrências na cidade envolvendo quedas de árvores, principalmente provocadas por condições climáticas mais severas com ventos fortes e chuvas intensas. No Portal de Serviços da Prefeitura ou no aplicativo PBH APP, é possível solicitar vistorias e intervenções, além do recolhimento de troncos e galhos.

 

Em 2022, até o mês de outubro, por exemplo, foram realizadas 20.839 podas e 4.786 supressões. O investimento previsto na execução desses serviços para o ano de 2022 é de R$ 21,5 milhões, incluindo a conservação e limpeza de praças, jardins e canteiros centrais.

 

Um dos desafios é que mesmo árvores sadias podem cair. As questões vão além das intemperes climáticas, como explica o subsecretário de Zeladoria Urbana da Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura, Leonardo Gomes. “Árvores mais velhas podem cair por causa do peso, desequilíbrio da copa e por um enfraquecimento natural ocasionado pela idade, abalos externos tais como podas clandestinas, acidentes, raios, rompimento de redes subterrâneas etc. Além disso, ventos acima de 60 km/h e intensas intempéries podem derrubar até mesmo árvores saudáveis em qualquer cidade do mundo”.

 

Os moradores da capital podem solicitar o serviço de poda ou supressão no Portal de Serviços da Prefeitura ou no aplicativo PBH APP. A busca deve ser feita usando as palavras ‘árvore’ ou ‘galho’ e, no portal de serviços, também pela opção Meio Ambiente. Ao abrir o pedido, o usuário receberá um número de protocolo para acompanhar a execução dos trabalhos.

 

Dicas de manutenção das árvores

 

O cidadão pode contribuir muito com a manutenção das árvores da cidade com algumas práticas, tais como:

- Não plantar árvores no passeio público sem autorização da Prefeitura. Solicite à PBH utilizando o PBH App ou o Portal de Serviços. O plantio deve acontecer no local certo, com a espécie adequada. Uma espécie inadequada ou plantada em local errado ou de forma errada, com certeza vai gerar problemas no futuro.

- Não fazer nenhum serviço por conta própria em árvore em via pública. Além de ser crime ambiental, coloca os transeuntes e a pessoa que está fazendo a intervenção em risco. O trabalho tem riscos e efeitos que vão desde acidentes com a rede elétrica, pedestres, a interferências no trânsito e danos ao patrimônio (imóveis e veículos), por exemplo.

- Não fazer a concretagem ou fechamento da área no entorno da árvore, pois isto causa a morte das raízes e, consequentemente, da árvore.

- Não depositar lixo ou qualquer outra substância no tronco ou base da árvore. Cortes errados e fogo podem danificar a casca, ocasionando doenças e morte da árvore.