Pular para o conteúdo principal

Cidadão é atendido por funcionária do Centro de Testagem e Aconselhamento, que realiza ações de diagnóstico e prevenção de doenças sexualmente transmissíveis como HIV e hepatites B e C.
Foto: Marina Jordá/PBH

Centro de Testagem é referência para Infecções Sexualmente Transmissíveis

01/02/2019 | 16:16 | atualizado em 01/02/2019 | 16:16

“Descobrir que você tem uma doença como HIV, é muito difícil, mas o serviço me ajudou bastante”, conta uma paciente que realiza acompanhamento há 10 anos no Centro de Testagem e Aconselhamento Sagrada Família. Ela foi infectada pelo marido e só descobriu que tinha a doença seis meses depois do diagnóstico do companheiro. “Você confia no seu marido e ele faz algo assim. É a pior quebra de confiança. Aqui somos várias mulheres com a mesma história. Mas uma vez que isso acontece, a única opção é fazer o tratamento e seguir em frente”, afirma.

 

O Centro de Testagem e Aconselhamento (rua Joaquim Felício, 141, no bairro Sagrada Família) realiza ações de diagnóstico e prevenção de doenças sexualmente transmissíveis, contando com testes rápidos para HIV, sífilis e hepatites B e C gratuitamente. O diagnóstico da infecção para estas doenças é feito a partir de uma gota de sangue retirada de uma pequena picada de agulha na ponta do dedo. Os testes rápidos, que detectam os anticorpos contra os vírus apresentam o resultado em até 30 minutos.

 

Os dados são sigilosos e durante a entrega do resultado do exame, o usuário recebe acompanhamento de um profissional da equipe de saúde que orienta o paciente sobre o resultado final do exame, independente dele ser positivo ou negativo. Trata-se de uma ação de prevenção que tem como objetivo oferecer apoio emocional ao usuário, facilitar a correta interpretação do resultado pelo paciente, esclarecer possíveis dúvidas sobre doenças sexualmente transmissíveis, HIV/Aids e hepatites, e, principalmente, informá-lo e ajudá-lo a avaliar os riscos que corre e as melhores maneiras que dispõe para prevenir-se.

 

Além de oferecer testagem e aconselhamento e realizar por volta de mil testes ao mês, o serviço também disponibiliza acompanhamento integral dos pacientes. O tratamento engloba desde assistência interdisciplinar com médico infectologista, ginecologista, psicólogo, enfermeiro, assistente social, nutricionista e farmacêutico, a todo o tratamento medicamentoso, com assistência do farmacêutico orientando sobre efeitos colaterais e possíveis reações medicamentosas. Todos os medicamentos são fornecidos pela própria unidade, que também realiza exames laboratoriais, como de verificação da carga viral e exames de alto custo.

 

No caso da sífilis, a pessoa inicia o tratamento logo no primeiro dia, com fornecimento e aplicação dos medicamentos na unidade. No caso de HIV ou hepatites, é preciso realizar o exame sorológico e depois fazer todo o tratamento, com assistência da equipe interdisciplinar, além do tratamento medicamentoso e todos os exames necessários. A coleta é realizada no próprio Centro de Testagem e Aconselhamento, e os exames são realizados no laboratório da Prefeitura ou laboratório conveniado, no Hospital das Clínicas.

 

O serviço atende cerca de 800 pessoas ao mês e a maior parte do público é de homens, entre 20 e 39 anos, com escolaridade nível médio completo, cursando o terceiro grau e muitas vezes pós-graduados.

 

“Uma grande preocupação que temos é com a população que não tem tanto acesso à informação e, portanto, não utiliza nosso serviço. A estratégia que Belo Horizonte vem trabalhando é de oferta de testagem rápida ou exames de sangue convencional em todos os centros de saúde. Além disso, serviços como os Centros de Referência em Saúde Mental, também realizam testagem. Com isso, a população tem acesso facilitado, possibilitando um diagnóstico rápido para que a pessoa tenha uma melhor expectativa de qualidade de vida”, explica a gerente do Centro de Testagem e Aconselhamento Sagrada Família, Raquel Álvares.

 

O serviço também oferece o tratamento com o coquetel para Profilaxia Pós-Exposição de HIV/Aids é utilizado em casos de acidentes de trabalho, em que os profissionais são expostos a materiais contaminados ou que têm a luva perfurada por objetos cortantes no trato com paciente soropositivo, para vítimas de violência sexual e qualquer acidente sexual, como o não uso ou rompimento do preservativo durante uma relação de risco.

 

O medicamento deve ser usado em até 72 horas após a exposição ao vírus, e no caso de mulheres, deve ser associado à contracepção de emergência (pílula do dia seguinte). Ao todo, são 28 dias consecutivos de uso dos quatro medicamentos antirretrovirais previstos no Protocolo de Profilaxia Antirretroviral Pós-Exposição de Risco para Infecção pelo HIV, do Ministério da Saúde. O coquetel é disponibilizado na UPAs, maternidades e Serviços Especializados em Infectologia, conforme fluxos pré-estabelecidos de atendimento.

 

O horário de funcionamento do Centro de Testagem e Aconselhamento Sagrada Família é das 7h às 21h e a testagem é feita sob demanda espontânea, não necessitando qualquer agendamento prévio. Para receber o resultado no mesmo dia, a unidade pede que a população procure a unidade até às 19h30.

 

 

Nova sede do Centro de Testagem e Aconselhamento

Além do Centro de Testagem e Aconselhamento Sagrada Família, o Centro de Testagem e Aconselhamento, que antes funcionava na rua Carijós, ganhou nova sede no final de dezembro de 2018. A nova unidade está localizada no 3º andar do Shopping UAI (rua Saturnino de Brito, 17, Centro). No serviço, a população tem acesso aos mesmos serviços oferecidos no Centro de Testagem e Aconselhamento Sagrada Família, como insumos de prevenção, material informativo, teste rápido para HIV, sífilis e hepatites B e C, aconselhamento e encaminhamento dos pacientes aos serviços de saúde da Prefeitura de Belo Horizonte.

 

A equipe da unidade é formada por assistente social, psicólogo, enfermeira, técnico de enfermagem, farmacêutico e administrativo. O serviço funciona por demanda espontânea, ou seja, não é necessário agendamento. O atendimento é de segunda a sexta, das 8h às 17h. A testagem rápida é realizada das 8h às 11h e das 12h às 16h.

 

01/02/2019. Centro de Testagem e Aconselhamento. Fotos: Marina Jordá/PBH