Pular para o conteúdo principal

Mais de oito senhoras, uma delas com panfleto educativo nas mãos, posam para foto.
Foto: Divulgação PBH

Centro de Saúde promove ação de combate ao Aedes Aegypti

21/03/2018 | 17:24 | atualizado em 21/03/2018 | 17:33

 

No dia 21 de março, o Centro de Saúde Vera Cruz, localizado na região Leste de Belo Horizonte, junto com a Comissão Local de Saúde e Conselho Distrital de Saúde Leste promoveram uma ação de prevenção e combate ao mosquito Aedes Aegypti. Durante toda a manhã, os usuários do Centro de Saúde receberam informações sobre as etapas de desenvolvimento do mosquito, sobre as doenças por ele transmitidas e as maneiras de evitar que esse vetor se prolifere.

 

De acordo com Regina Célia de Souza, gerente do Centro de Saúde Vera Cruz, o objetivo da ação “Vetando o vetor” é mobilizar a comunidade e trazer informações importantes sobre o Aedes Aegypti. “Aproveitamos o dia de maior movimento do Centro de Saúde para fazer o alerta. Oferecemos uma aula de Liang Gong, fizemos um varal com fotos das ações já realizadas em anos anteriores, explicamos as fases de desenvolvimento do mosquito, entregamos folheto com orientações sobre prevenção, tudo para chamar a atenção para o combate ao mosquito”, afirma Regina.

 

Sandra Sipoli, membro da Comissão Local de Saúde, lembra que anos atrás ela ajudava nas visitas aos lotes do bairro em busca de focos do mosquito e que, atualmente, apesar de a situação estar bem melhor, o trabalho de prevenção continua sendo realizado em outras frentes. “Estamos sempre alertas para o combate”, ressalta.

 

Moradora do bairro e usuária do Centro de Saúde, Thamara Camille diz ter aprendido sobre as fases do mosquito e também que ele gosta de água limpa, como as águas das chuvas. “Por isso, precisamos evitar tudo que acumula água. A minha parte eu já faço e ainda ajudo a conscientizar os vizinhos”.

 

Hilda Gonçalves de Matos, que faz parte da Comissão Local de Saúde, é outra moradora que ajuda a espalhar as orientações sobre a prevenção à doença. “Além de cuidar do meu lixo, falo sobre o combate ao mosquito em todos os lugares que frequento, como a ginástica do Programa Vida Ativa”. Efigênia Avelino dos Santos Paulino, também da Comissão, completa: “Se cada morador cuidar do seu espaço, evitaríamos muitos problemas, não só com relação ao mosquito”.