Pular para o conteúdo principal

Estudantes de veterinária cuidam de cavalo durante o dia.
Foto: Divulgação Venda Nova

Carroceiros de Venda Nova aprovam vacinação de animais

26/05/2017 | 19:07 | atualizado em 20/06/2017 | 12:57

A Superintendência de Limpeza Urbana (SLU) e a Escola de Veterinária da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) realizaram na quinta-feira, dia 25, das 13h30 às 16h30, a vacinação de animais (cavalos, éguas, burros e mulas) dos carroceiros do entorno da Unidade de Recebimento de Pequenos Volumes (URPV) – Vilarinho. A vacinação preserva a saúde dos animais, evitando várias doenças que colocam em risco também a saúde dos próprios carroceiros. A ação contou com a presença de profissionais da UFMG e alunos dos últimos anos do curso de veterinária. Foram vacinados 40 animais, que receberam um carimbo com identificação do proprietário e do animal, para evitar extravio e roubo.

 

José Maria Santos, vice-presidente da Associação dos Carroceiros de Belo Horizonte, defende a continuidade da atividade dos carroceiros na cidade. “A vacinação dos animais é muito importante para garantir-lhes o bom trato e evitar reclamações a respeito de sua saúde. O primeiro passo é garantir a qualidade das carroças e do arreamento, depois, o cuidado com os animais. Alguns parlamentares querem a extinção das carroças na cidade, mas nós defendemos sua continuidade de forma organizada, com qualidade e documentação completa, para evitar irregularidades, que levam aos maus tratos dos animais. Nós precisamos do apoio das polícias e dos órgãos competentes, para garantir o trabalho dos profissionais”, ressaltou. Os animais, além de receber o carimbo de identificação, foram vacinados contra a raiva e outras doenças.

 

Clarício Tolentino de Aguiar, gerente regional de Limpeza Urbana de Venda Nova, ressalta a importância da vacinação como forma de preservar a saúde dos animais. “Levando em consideração que esses animais trafegam em vias públicas, o trabalho de vacinação é realizado com o objetivo de prevenir os animais contra doenças, evitando que eles as transmitam para os carroceiros e a população”, disse. A vacinação dos animais é feita anualmente, atendendo, preferencialmente, os carroceiros registrados e devidamente regularizados explicou Clarício. Os trabalhadores das URPVs coordenam a entrada e saída das carroças, para que os materiais sejam colocados naquele espaço de forma adequada, facilitando sua condução até o aterro sanitário.

 

A estudante de vereterinária Izabella Moreira Marques destaca a importância da participação da UFMG, para garantir a saúde dos animais. “A participação da Universidade em projetos de extensão como o dos carroceiros é essencial para a conscientização dos profissionais sobre a importância da vacinação dos animais. Uma vez na semana visitamos uma URPV, identificamos os animais com a marca do projeto e os vacinamos contra a raiva. Além disso, aplicamos um questionário com os carroceiros, a fim de recolher mais informações sobre os cuidados com os animais”, explicou.

 

URPVs de Venda Nova

A Regional Venda Nova dispõe de quatro Unidades de Recebimento de Pequenos Volumes (URPV) para que os moradores possam descartar materiais como entulho, resíduos de poda e terra, até o limite diário de 1m³ por viagem, assim como pneus, colchões e móveis velhos. Todas elas funcionam das 8h às 18h, de segunda a sexta-feira; e sábados, das 8h às 16h.

 

Localização das URPVs:

 - Céu Azul – Av. Luiz Cantagalli, 52, esquina com Rua Maria Gertrudes Santos, Bairro Céu Azul.

 - Rio Branco – Rua Augusto dos Anjos, 1.983, esquina com Rua Efigênio Nunes Pereira, Bairro Piratininga.

 - São João Batista – Rua Elce Ribeiro, 340, esquina com Rua Bernardino de Oliveira Pena, Bairro São João Batista.

 - Vilarinho – Av. Vilarinho, 4.441, esquina com Rua Alberto Ambrósio dos Santos, Bairro Novo Letícia.