Pular para o conteúdo principal

Carreta de cor cinza com os dizeres Prefeitura de Belo Horizonte.
Foto: Prodabel/PBH

Carreta de Inclusão Digital muda visual dia 2 de setembro

30/08/2017 | 18:22 | atualizado em 31/08/2017 | 16:26

Dia 2 de setembro, uma carreta com quatorze computadores faz sua segunda parada, este ano, em frente a uma escola municipal. Trata-se do projeto Conexão Aberta, ação conjunta entre Prodabel e Secretaria Municipal de Educação (Smed), que leva um Telecentro Móvel para bairros de Belo Horizonte. Entre os dias 2 e 18 de setembro, a carreta estará estacionada em frente à Escola Municipal Maria das Neves, no bairro São Lucas, na regional Centro-Sul. Durante o evento de abertura desta 2ª edição do Conexão Aberta, além de acessar a internet dentro da carreta, os visitantes poderão apreciar o processo de transformação de sua parte externa, que será grafitada por oficineiros do Programa Escola Aberta.
 

A programação de abertura começa às 9h e estende-se até o meio-dia. A grafitagem da carroceria acontecerá no sábado, entre 9h e 12h, e será comandada por cinco monitores do Programa Escola Aberta da Escola Municipal Salgado Filho, regional Oeste. Além da grafitagem, o evento de abertura prevê outras atrações artísticas. A banda da Guarda Municipal apresentará um repertório de canções populares e escolas municipais também vão mostrar sua arte, com apresentações de carimbó, danças urbanas, samba.

 

Tendo por objetivo a inclusão digital, o projeto Conexão Aberta possibilita que estudantes da escola em frente a qual o telecentro está estacionado e de escolas do entorno tenham acesso a oficinas diferenciadas e que pessoas da comunidade tenham acesso a computadores conectados à internet. A comunidade poderá pesquisar na internet, imprimir currículos, pagar contas, emitir segunda via de documentos, acessar e-mails e redes sociais, entre outras atividades.
 

Recepção especial

Os membros da comunidade que procurarem os serviços da carreta serão recebidos também por estudantes do 7º, 8º, 9º anos e da Educação de Jovens e Adultos da escola Maria das Neves. “A vinda da carreta do Conexão Aberta é um presente para a comunidade e acho importante dar aos estudantes a possibilidade de exercerem um ato de cidadania, abrindo a janela digital para pessoas da sua comunidade, assim, eles estarão também recepcionando os visitantes e usuários”, diz Fátima Maria Torchia Rocha Cordeiro, diretora da escola anfitriã.
 

No sábado, a Carreta do Conexão Aberta fica aberta à comunidade entre 9h e 12h da manhã. Ao longo da semana, os interessados poderão visitar o local das 11h às 13h e das 16h às 20h. O acesso aos serviços oferecidos na Carreta são gratuitos e serão orientados pelos monitores. Nos dias 7 e 8 de setembro, a carreta não funcionará.

 

Construção Coletiva

“O mais bacana desse projeto é sua construção coletiva. O Conexão aberta envolve a Prodabel, Secretarias Municipais de Educação e de Saúde, Guarda Municipal, escola anfitriã e as do entorno, monitores. Quando você acha que todo mundo tem acesso à internet, descobre, numa ação dessas, que isso não é verdade e vê o quanto é fundamental esse movimento. Por isso, nesta segunda edição ampliamos o tempo de permanência da carreta de uma semana para 15 dias”,  informa Marcelle Triguinelli Azzi, gestora do Programa Escola Aberta, responsável pela coordenação do Conexão pela Educação.
 

Nessa parceria, a Smed viabiliza o deslocamento e o funcionamento do Telecentro arcando com os custos de energia e disponibilizando oficineiros para auxiliarem os usuários e a Prodabel oferece a conectividade e oficinas.
 

A formação das equipes que orientarão os usuários no uso dos computadores também foi feita coletivamente. Dia 19 de agosto, a Prodabel apresentou aos monitores do Programa Escola Integrada e voluntários do Programa Escola Aberta e Educação de Jovens e Adultos – que se revezarão nesse atendimento - o code.org . O code.org oferece recursos que auxilia crianças a desenvolverem a programação dentro da proposta de inclusão digital do movimento “A hora do código”.

No dia 1º de setembro, a Gerência de Planejamento e Informação da Secretaria Municipal de Educação desenvolverá com essas equipes de atendimento oficinas de softwares que proporcionam a atividade de programação independentemente de conexão de internet. Para as crianças e adolescentes serão apresentados jogos digitais adequado para cada faixa etária.


Conexão

Desde a criação do projeto, em 2004, mais de 250 mil pessoas já participaram do Conexão Aberta. O Projeto Conexão Aberta foi retomado em maio deste ano, na regional Nordeste - Escola Municipal Maria de Assunção de Marco - e beneficiou cerca de 1.000 usuários. Para Arminda Aparecida de Oliveira, gerente da Gerência de Educação Integral da Secretaria Municipal de Educação, “mais que inclusão digital, trata-se de uma proposta de inclusão social.”
 

Serviço – Projeto Conexão Aberta na Centro-Sul

Data da abertura: 2 de Setembro de 2017 (sábado)

Horário: 9h às 12h

Local: Escola Municipal Maria das Neves (Rua Piranga , 39, bairro São Lucas)

Telefone: 3277-5144
 

Programação

Grafitagem da Carreta de Inclusão Digital

Banda da Guarda Municipal

Apresentações artísticas das escolas municipais Maria das Neves, Padre Guilherme Peters, Theomar de Castro Espíndola

Horário de utilização da carreta pela comunidade:

Segunda à quinta-feira: 11h às 13h e da 16h às 20h

Sábado: 8h às 13h

Demais horários estão reservados para oficinas de programação com estudantes das escolas municipais Maria das Neves, Padre Guilherme Peters, Theomar de Castro Espíndola