Pular para o conteúdo principal

Guardas municipais mostram a alunos linha que poderia atravessar moto com duas antenas, explicando o perigo das pipas com cerol, durante o dia.
Foto: Divulgação PBH

Campanha "Cerol Mata!" intensifica ações no período anterior às férias escolares

09/07/2019 | 20:08 | atualizado em 10/07/2019 | 09:50

Com a aproximação das férias, novas atividades preventivas contra o uso de linhas cortantes serão promovidas pela Prefeitura nesta quarta-feira, dia 10 de julho, a partir das 8h30, na Escola Municipal Hilda Rabello Matta, no bairro Heliópolis, região Norte. No local, agentes da Patrulha Escolar da Guarda Municipal farão exposição de rolos de linha chilena e de linhas com cerol apreendidos durante rondas preventivas nas ruas. 

 

A iniciativa faz parte da Campanha Cerol Mata! que, desde 2017, é realizada pela Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria Municipal de Segurança e Prevenção. A legislação proíbe o uso de linhas com cerol e linha chilena para empinar papagaios, ficando o responsável sujeito ao pagamento de multas que variam de R$ 100 a R$ 1.500 ou punição, nos casos em que causar vítimas de ferimentos ou de morte.

 

A proximidade da Escola Hilda Rabello Matta com o cruzamento entre as avenidas Cristiano Machado com Waldomiro Lobo, onde a incidência de uso das linhas cortantes é alta, tornando iminente o risco de acidentes com motociclistas, foi o que motivou a escolha do local pela Guarda Municipal para a conscientização dos alunos. 

 

Na quinta-feira, dia 11, a campanha será levada a uma escola do bairro Ribeiro de Abreu, onde o foco de atenção é a Via 240. Já na sexta-feira, dia 12, o encerramento do semestre escolar será marcado pelo “Dia de Brincar”, quando estudantes serão levados ao Parque das Mangabeiras para empinar pipas sem uso de linhas cortantes, longe da rede elétrica e construídas com material que não polui o meio ambiente.

 

 

Outras ações de conscientização

Na manhã de terça-feira, dia 9, agentes levaram à Escola Municipal Josefina Souza Lima, no bairro Heliópolis, uma série de atividades para a conscientizar os alunos sobre os riscos do uso de linhas cortantes para empinar pipas.  Durante a atividade, os guardas municipais fizeram demonstrações do potencial cortante dessas linhas em garrafas pet e em legumes, sensibilizando os alunos e esclarecendo dúvidas sobre o assunto.


Últimas Notícias

Equipe de Vôlei sem Limites, acompanhada de dois membros da equipe técnica, em quadra poliesportiva. Equipe de vôlei composta por pessoas com deficiência disputa Campeonato

Campeonato Brasileiro será disputado, em São Paulo, por equipe de vôlei composta por pessoas com deficiência, com apoio da Prefeitura. 

17/09/2019 | 20:22
Jovem pinta favela em módulos quadrados no chão. PBH contribui com formação de jovens de áreas vulneráveis

Educação, arte e cultura fazem parte da formação de jovens moradores de áreas vulneráveis, por meio do Projovem. 

17/09/2019 | 19:05