Pular para o conteúdo principal

BH recebe rainha dos povos tradicionais da República Democrática do Congo
Foto: Stênio Lima/PBH

BH recebe rainha dos povos tradicionais da República Democrática do Congo

08/03/2019 | 15:20 | atualizado em 24/05/2019 | 15:24

 

Belo Horizonte está recebendo, desde o dia 6 de março, a rainha Diambi Kabatusuila Diambi Mukalengna Mukaji de Nkashama (rainha da Ordem do Leopardo), dos povos tradicionais da República Democrática do Congo. A visita, que se encerra nesta sexta-feira, dia 8, tem por finalidade valorizar e celebrar tradições africanas e diaspóricas e promover encontros interculturais entre povos e comunidades tradicionais de matriz africana.

 

Em celebração ao Dia da Mulher, Diambi participará, na tarde desta sexta-feira, do evento “África - Brasil / Mulheres Negras e um fazer ancestral”, composto por debate, apresentações artísticas e roda de conversa com lideranças negras, às 15h, no Centro de Referência da Cultura Popular e Tradicional Lagoa do Nado (rua Desembargador Lincoln Prates, 240 - Itapoã).

 

Na quinta-feira, a rainha Diambi Kabatusuila visitou a Escola Municipal de Educação Infantil Paraíso, no bairro Paraíso, região Leste de Belo Horizonte, que atende alunos do Quilombo Manzo e desenvolve atividades lúdicas e afirmativas de promoção da igualdade racial. No espaço, a majestade e sua comitiva assistiram a três atrações culturais apresentadas pelas crianças.

 

Emocionada, Diambi, que já trabalhou com crianças e adolescentes no Congo, antes de ser coroada rainha, elogiou o trabalho desenvolvido pela escola e a recepção dos brasileiros. “Eu quero agradecer a todos desta escola e a todas as autoridades que permitiram que este evento acontecesse hoje. As crianças são o nosso futuro. A verdade vem da boca das crianças e eles são os meus exemplos. Eu tento trabalhar todos os dias para ser como eles”, afirmou.

 

O vice-prefeito Paulo Lamac também participou da visita e destacou a importância da presença da rainha nas atividades de promoção da igualdade racial realizadas na escola. “É muito importante a gente se identificar com as nossas origens e receber a Diambi em Belo Horizonte é algo muito simbólico no trabalho que fazemos pela busca da nossa brasilidade. É, também, muito bom para nós recebê-la nessa escola, onde a Prefeitura faz um trabalho importante com nossas crianças na educação infantil”, disse.

 

Estiveram presentes na recepção, além do vice-prefeito, a secretária municipal de Assistência Social, Segurança Alimentar e Cidadania, Maíra Colares, o subsecretário municipal de Direito e Cidadania, Thiago Alves, a diretora de Políticas para Igualdade Racial, Makota Kisandembu, e representantes da Secretaria Municipal de Educação.


A visita da rainha Diambi Kabatusuila a Belo Horizonte é organizada pela Casa de Cultura Lode Apara em parceria com a Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, Segurança Alimentar e Cidadania, a Secretaria Municipal de Educação, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, a Fundação Municipal de Cultura e a Belotur.