Pular para o conteúdo principal

Mais de vinte pessoas, uma delas com guitarra, juntas, em local coberto.
Foto: Yasmin Candelária/PBH

BH em Pauta: Projeto Palcos da Norte

23/10/2017 | 16:23 | atualizado em 23/10/2017 | 16:36

Apresentação de coral, roda de capoeira, grupo de flauta, exposição de fotos, dança e apresentações musicais diversas. O projeto Palcos da Norte foi desenvolvido pela diretoria regional de Educação Norte com o propósito de levar para diversos pontos desta região da cidade apresentações culturais e artísticas produzidas pelos alunos da Escola Integrada – uma política da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH).


O Palcos da Norte mobiliza estudantes de 20 escolas municipais da região e tem como objetivo mostrar à comunidade o trabalho que é feito com os alunos, buscando reforçar a importância dos incentivos intelectuais e culturais para a aprendizagem das crianças. A aluna Maria Eduarda, de 9 anos, não esconde o orgulho e a felicidade por participar do projeto. “É muito legal fazer coisas fora da escola, mostrando para as pessoas as coisas que nós sabemos fazer”, disse.

O projeto faz parte do “VIII Festival Regionalizado de Educação Integral e Educação de Jovens e Adultos da Regional Norte – BH 120 anos – Uma década de Educação Integral.” A programação se estende até novembro, com apresentações nas estações de metrô São Gabriel e Vilarinho, avenida Saramenha, Parque Municipal Nossa Senhora da Piedade, entre outros espaços.

“O Festival Regionalizado é um importante espaço para apresentar para a população do nosso território os belíssimos trabalhos desenvolvidos nas nossas escolas. Entendemos também como uma oportunidade de interação entre os alunos participantes do programa”, afirma Andréia Carolina, coordenadora regional de Educação Norte.



Escola Integrada


Trata-se de uma política municipal de Belo Horizonte estender o tempo e as oportunidades de aprendizagem para crianças e adolescentes do ensino fundamental nas escolas da PBH. São nove horas diárias de atendimento a milhares de estudantes, que se apropriam dos equipamentos urbanos disponíveis, extrapolando os limites das salas de aula e do prédio escolar. Estas oportunidades são implementadas com o apoio e a contribuição de entidades de ensino superior, empresas, organizações sociais, grupos comunitários e pessoas físicas.
 
 

23/10/2017. Palcos da norte - Estudantes participam de Projetos de Arte e Cultura na Regional Norte. Fotos: Yasmin Candelaria/PBH