Pular para o conteúdo principal

Mulher com camiseta em defesa do meio ambiente realiza palestra com microfone.
Foto: Divulgação PBH

BH em Pauta: Ex-aluna de BH Itinerante defende Meio Ambiente

15/09/2017 | 16:14 | atualizado em 26/09/2017 | 15:09
Quando participou do curso BH Itinerante, em janeiro de 2014, a publicitária e historiadora Mazza Pena, de 53 anos, moradora do bairro Bonfim, não pensava que o interesse dela pela atuação na área ambiental fosse aumentar. Assim que pegou o certificado de Agente Ambiental, porém, ela tomou novos rumos na vida profissional. “O BH Itinerante me oportunizou vivências e me trouxe conhecimentos que alicerçaram meu interesse pela atividade ambiental. Com o curso me senti confiante para o desejado redirecionamento profissional”, afirma Mazza.
Neste semestre, o BH itinerante, oferecido gratuitamente pela Prefeitura de Belo Horizonte (PBH), por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMMA), está na 35º edição e conta com 36 alunos inscritos. Ao final das mais de 100 horas de aula, eles receberão o certificado de Agentes Ambientais.

Desde a primeira edição, em 1994, o BH Itinerante já formou mais de mil Agentes Ambientais e tornou-se parte do calendário ambiental e educacional da cidade. Não são raros os exemplos de ex-alunos que voltam em novas edições do curso como palestrantes ou até mesmo oferecendo uma oficina criada por eles após participarem do BH itinerante.

Durante o curso, os alunos fazem travessias, encontros e discutem temas relacionados ao meio ambiente. Além disso, eles conseguem ter, na prática, uma consciência ampla da cidade e do meio ambiente.

“Minha trajetória como educadora ambiental sempre me remete, positivamente, ao BH Itinerante, pela forma como ele me auxiliou a traçar novos rumos. Rumos estes que trouxeram muitas grandezas: oportunidades de conhecer lugares e pessoas que me enriquecem com seu saber e suas paisagens; novos e permanentes desafios intelectuais na compreensão de tecnologias, legislações, práticas didáticas, entre outras necessidades para a competência do bom exercício da atividade como educadora ambiental”, avalia Mazza.

O secretário de Meio Ambiente Mário Werneck ressalta a importância do projeto dentro da SMMA. “A educação ambiental é o caminho para formamos cidadãos mais conscientes de seus deveres junto ao meio ambiente. A educação tem que vir desde a infância, mostrando para as crianças a importância das árvores para a qualidade do ar que respiramos, por exemplo. É necessário crescer com a consciência de ser mais responsável com o meio ambiente. É muito gratificante ver que as sementes que estamos plantando com o curso de educadores ambientais estejam dando frutos com alunos que espalham essa ideia”, pontua o secretário.


Blog

Mazza resolveu alinhar a formação de comunicação com a paixão pelo meio ambiente. Ela é fundadora e editora de um blog no qual divulga as atividades de educação ambiental promovidas por ela, além de tutoriais de ecoartesanato e mobilização para ações ambientais.

“Como educadora, atendo à várias empresas em atividades para programas de licenciamento ambiental, ministrando palestras e workshops e desenvolvendo materiais didáticos e cartilhas com diferentes temáticas, tais como consumo consciente, energias renováveis, preservação e conservação da fauna e flora, entre outras. Atuo também em instituições de ensino e outros espaços, ministrando oficinas para ensino da supraciclagem como base para abordagem e discussão da importância da sustentabilidade.”


Educação Ambiental

A SMMA desenvolve atividades educativas no Centro de Extensão em Educação Ambiental durante todo o ano. São realizadas práticas que possibilitam aos participantes conhecer, debater e buscar encaminhamentos para as questões socioambientais. Esse trabalho é realizado desde 1994 e já foi reconhecido pelo Ministério do Meio Ambiente, em 2005, com o título de Sala Verde - Espaço Interativo de Formação Socioambiental.

Qualquer pessoa com mais de 16 anos pode participar gratuitamente de todas as atividades da Gerência de Educação Ambiental da Secretaria de Municipal de Meio Ambiente. Mais informações pelo telefone 3246-0600.
 

 
 

15/09/2017. Replicante Ambiental. Fotos: Divulgação/PBH