Pular para o conteúdo principal

Quatro mulheres de diferentes idades, sentadas em uma mesa, fazendo oficina de reaproveitamento de papel.
Foto: Luiz Henrique Vasconcelos

BH em Pauta: Conheça os 3 Rs: Reduzir, Reutilizar e Reciclar

25/08/2017 | 15:31 | atualizado em 04/09/2017 | 08:23
Mais do que separar e destinar corretamente os materiais recicláveis para a coleta seletiva, é indispensável o apoio da população em relação ao consumo responsável e ao combate ao desperdício. “Reduzir, reutilizar e reciclar, os chamados 3 Rs, compõem o princípio norteador do programa de coleta seletiva da Prefeitura de Belo Horizonte”, explica Gláucia Moreira Pinto, historiadora e técnica de Mobilização Social da Superintendência de Limpeza Urbana (SLU).

Segundo Gláucia, o desafio está na praticidade que os produtos oferecem quando são vendidos em caixinhas de papelão e em embalagens de plástico, seguindo o contexto de falta de tempo e correria da vida da maioria das pessoas. “Leite, sucos e todo tipo de alimento estão ao nosso alcance em recipientes que facilmente descartamos no lixo, sem nos preocupar com as consequências desse ato”, pondera.

A técnica lembra que, com o passar dos anos, a vida moderna nos fez desaprender hábitos positivos como reutilizar garrafas de vidro para as bebidas que consumimos ou comprar produtos a granel. “Utilizamos muito plástico para tudo, desabituamos a levar nossas sacolas retornáveis e ainda deixamos de cultivar hortas em casa”, lembra Gláucia.

A educadora concorda que os tempos são outros, que as pessoas passam a maior parte do dia fora de casa e não se sentem dispostas a determinadas tarefas que eram assumidas com prazer por nossos avós, como preparar bolos e biscoitos em casa. Contudo, ela aponta alguns caminhos, como optar por presentes com menos embalagens, evitar descartar utensílios ainda úteis somente para atender aos apelos comerciais e, na medida do possível, cobrar das empresas posturas ambientalmente corretas em relação aos produtos que oferecem ao consumidor. “Melhor seria consumir menos, acumular menos bugigangas e manter um contato mais estreito com os fabricantes por meio de redes sociais e outros canais de comunicação, a fim de incentivar mudanças efetivas”, salienta Gláucia.

Na casa da estudante Natasha Caroline das Neves Neular, de 17 anos, a preferência por refis, como os de sabonetes líquidos, tem reduzido a aquisição desnecessária de recipientes. “É mais econômico e honesto com o meio ambiente”, destaca. “Acredito que a escola tenha um papel importante nesse contexto, pois recordo-me de quando criamos um boneco feito de tampinhas de plástico, uma cortina com potes de iogurte e até um carrinho com garrafas PET.”


Os 3 Rs



* Reduzir

Reduzir consiste basicamente em diminuir a quantidade de lixo gerado, desperdiçando menos e consumindo só o necessário, sem exageros. É quando antes de sair comprando tudo o que nos é oferecido, procuramos nos perguntar se necessitamos mesmo daquilo.

A psicóloga e técnica do Departamento de Políticas Sociais e Mobilização da SLU, Maria Lúcia Vieira, orienta: “Antes de ir às compras, escreva uma lista contendo somente os itens de que você realmente precisa, o que irá diminuir as aquisições por impulso.” Observar se a embalagem do produto comprado pode ser reaproveitada ou reciclada é outra boa atitude. “Avalie se a quantidade de alimentos levados é compatível com o consumo em sua casa, evitando que eles apodreçam ou passem do prazo de validade.”

Outro alerta da educadora diz respeito a pacotes de biscoito que contêm porções individuais separadas em saquinhos e que geram muitos resíduos. “Sempre que possível, compre biscoitos e cereais a granel e não se esqueça de utilizar o mínimo de sacolinhas plásticas. O melhor é levar uma sacola retornável.”


Outras dicas para a redução de resíduos:

- Sempre que possível, prefira usar pratos, copos, xícaras e talheres não descartáveis, que podem ser lavados e reutilizados inúmeras vezes. Pela mesma razão, evite consumir em lojas de fast-foods, que oferecem canudos, sachês de temperos e saquinhos com guardanapos.

- Um hábito muito comum, hoje em dia, é o uso exagerado do papel. Pense bem se você precisa mesmo imprimir tudo, em vez de salvar as informações no computador, ou gastar uma folha inteira de caderno para anotar um telefone ou um recado curto, por exemplo.


* Reutilizar

A reutilização de resíduos consiste em dar novos usos a materiais, muitas vezes considerados inúteis e que são jogados fora. Em diversos eventos, a SLU realiza atividades de reaproveitamento de embalagens e outros produtos, como no projeto Composteira na Escola e na oficina de confecção de caixas de papel.

- Use o verso do papel impresso como papel de rascunho. Potes de plástico, vidro ou até de metal podem ser lavados e usados para guardar alimentos ou objetos. Latinhas de refrigerante podem virar porta-lápis. Embalagens longa vida podem se tornar vasinhos de plantas. Garrafas PET podem servir para uma infinidade de coisas: porta-lápis, pesos de papel, bijuterias e castiçais. Peças eletrônicas, CDs estragados, retalhos de pano ou papel, tampinhas de refrigerante, papelões, isopores, praticamente todos os tipos de materiais, podem virar alguma outra coisa – útil ou apenas decorativa – quando se usa a criatividade.

- Desde que em bom estado, até restos de alimentos podem ser reutilizados. Tortas de legumes com as sobras da salada e bolinhos com restos de arroz são boas opções. Experimente fazer um suco com a casca do abacaxi ou utilizar talos de verduras em tortas ou sopas.



* Reciclar

Consiste em utilizar materiais que seriam descartados como matéria-prima para a fabricação de outros produtos.

A reciclagem é um processo industrial que difere da reutilização, por possibilitar o aproveitamento de grandes volumes de materiais e a produção de produtos efetivamente novos. Muitos setores da indústria papeleira já utilizam o papel reciclado em vários de seus produtos. Latas de alumínio são transformadas em latas novas do mesmo alumínio. O vidro pode se tornar um vidro idêntico ao original, sem perda de material.

Exatamente por ser uma atividade industrial, a reciclagem não é algo que se faça em casa, como a redução e a reutilização de produtos. Mas, para que a indústria da reciclagem funcione, a participação de cada cidadão é fundamental.
 
 

25/08/2017. SLU 3Rs Reduzir, reutilizar, reciclar. Fotos: Ana Clara Nunes/SLU