Pular para o conteúdo principal

foto da telhado de uma casa que está cercada de arvores. Algumas arvores estão bem floridas, suas flores são amarelas.
Foto: Andréa Moreira

BH em cantos - Paraíso Verde

11/05/2017 | 12:16 | atualizado em 14/06/2017 | 14:39
O ambiente urbano contemporâneo é caracterizado por edifícios altos e construções modernas nos quais predominam vidros e concreto. Sendo uma região recentemente ocupada, o bairro Castelo se configura como um típico exemplo dos bairros novos em Belo Horizonte que recebem grandes empreendimentos. Ainda assim, os moradores podem desfrutar de um local onde a natureza encontra um espaço privilegiado em meio ao avanço da construção civil: o Centro de Educação Ambiental do Programa de Recuperação e Desenvolvimento Ambiental da Bacia da Pampulha (CEA-Propam).
 
O CEA-PROPAM está situado em uma área de aproximadamente dez mil metros quadrados, no bairro Castelo. O local foi sede da antiga Fazenda Menezes, de propriedade do Coronel Francisco Menezes Filho, mas, desde 2009, o imóvel foi repassado à Prefeitura de Belo Horizonte mediante um processo de parcelamento do solo. 

Na área, o verde é predominante. Pode-se contemplar grande variedade de árvores frutíferas e ornamentais como ipês-amarelos, mangueiras, jabuticabeiras e abacateiros, bem como muitos jardins e hortas com verduras e ervas medicinais. 
 
Além da casa principal, que tem cerca de 80 anos e é remanescente da época em que funcionava a fazenda, há também uma sala de oficina externa, construída para a execução de atividades práticas, como as oficinas de reciclagem de materiais, que buscam desenvolver a criatividade e a capacidade de produzir objetos úteis a partir de materiais a princípio descartados, com o objetivo de reduzir, reutilizar e reciclar o lixo. 
 
No CEA-Propam são disponibilizadas diversas atividades de educação ambiental voltadas para estudantes de escolas públicas e privadas, inclusive de escolas de nível superior, de toda a Belo Horizonte e de cidades vizinhas. Também desenvolvem-se programas voltados para a proteção e recuperação ambiental em toda a bacia hidrográfica da Lagoa da Pampulha. O CEA conta ainda com uma biblioteca aberta ao público no período de 8 às 17h, de segunda à sexta-feira. Atualmente, 16 pessoas trabalham no local, entre funcionários e estagiários.

Coordenador do CEA-Propam, Edinilson dos Santos diz que o trabalho é desafiador: “O Centro de Educação Ambiental, coordenado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente, tem seu interesse voltado para qualquer assunto ambiental desenvolvido na bacia hidrográfica da Pampulha, inclusive na cidade de Contagem. Todos os trabalhos procuram dar vida mais longa à Lagoa da Pampulha, um dos marcos mais significativos da cidade, que emoldura as obras arquitetônicas reconhecidas pela Unesco como Patrimônio Cultural da Humanidade.”

Desde 2010 no CEA-Propam, a analista de políticas públicas Gisela Ribeiro Alves ressalta como o local é privilegiado: “É, sem dúvida, uma opção saudável. Espaço arborizado e tranquilo ajuda a ter mais energia, criatividade e comprometimento com as metas. Colher a fruta direto do pé para fazer o suco da reunião, bem como a erva da horta para o chá da tarde ou admirar, pelos janelões do casarão, a revoada de tucanos em busca de abacates são, sem dúvida, prazeres para poucos que vivem e trabalham numa cidade grande.”
Vizinha do CEA-Propam, Aline Adda Ferreira e seu filhinho Theo de 3 anos são frequentadores da biblioteca: “O lugar é lindo e conta com pessoas maravilhosas. Amamos passear, visitar a biblioteca e trocar experiências com todos. É acolhedor!” 

O CEA-PROPAM está localizado à Rua Radialista Ubaldo Ferreira, nº 20, no bairro Castelo. Os agendamentos para visitas de estudantes podem ser feitos pelos telefones 3277-7419 e 3277-7422.
Pedaço de um jardim, e no fundo uma casa amarela
Pedaço de um jardim, e no fundo uma casa amarela
foto tirada entre algumas arvores e bem no fundo, estão algumas pessoas reunidas.
foto tirada entre algumas arvores e bem no fundo, estão algumas pessoas reunidas.
algumas pessoas reunidas em uma mesa, fazendo colagens.
algumas pessoas reunidas em uma mesa, fazendo colagens.
entrada de uma casa amarela
entrada de uma casa amarela
casinha amarela com paredes de vidro.
casinha amarela com paredes de vidro.