Pular para o conteúdo principal

Informativo sobre o Coronavírus em Belo Horizonte
Foto: Arte PBH

Artistas se reinventam na tela na programação do Circuito em Casa

07/07/2020 | 14:52 | atualizado em 14/07/2020 | 17:39

Apresentar uma programação cultural diversificada, que contemple a pluralidade de manifestações artísticas da cidade de Belo Horizonte, de forma totalmente remota e respeitando o distanciamento social para o combate à pandemia da Covid-19. Esta tem sido a missão do Circuito em Casa, versão on-line do Circuito Municipal de Cultura que apresenta nova rodada de atrações para a população entre os dias 7 e 12 de julho. Nesta semana, o projeto amplia a ação “Territórios Culturais”, que busca promover a conexão entre as diferentes regionais de BH de forma criativa nos tempos atuais. O Circuito é realizado pela Secretaria Municipal de Cultura e Fundação Municipal de Cultura, em parceria com o Centro de Intercâmbio e Referência Cultural (CIRC).



Cômodos de casa são palco de dança

Nesta terça-feira, dia 7, às 19h, o projeto Terça da Dança, da Fundação Municipal de Cultura, apresenta o espetáculo “Solo_Duo: Espaços InCômodos”, com Andrea Anhaia e Kiko Klaus. Na cena, o casal visita os ambientes domésticos como potências disparadoras de imagens, sensações, insumos para composições sonoras e movimentos. Cada espaço, atravessado pela arte, indica possibilidades diversas de construções dramatúrgicas, onde a história real se confunde com a ficcional/virtual. Também na programação do Terça da Dança esta semana, será exibido o vídeo da apresentação “Choro”, da mostra Move Concreto. A performance, que chega agora à programação do Circuito, já foi exibida em festivais de videodança no Brasil, na Colômbia e no Paraguai.

 


Mostra audiovisual do Barreiro e exposição virtual           

Os curtas do Circuito Cine Clube nesta semana integram a 2a Mostra Audiovisual de Arte do Barreiro e estarão disponíveis a partir desta quarta-feira, dia 8, às 12h. São as produções  “Estranho Animal”, de Arthur B. Senra; “Unreal”, de Luiz Will Gama; e “Estamos todos aqui”, de Pedro de Filippis. Já no sábado, dia 11, às 10h, o Circuito em Casa disponibiliza a exposição virtual “Ateliê que é quarto, Casa”, de Pedro Neves e Julianismo, com pinturas que estarão publicadas no perfil do Instagram do Circuito. Pedro Neves é morador do Morro das Pedras e seu trabalho representa o cotidiano do povo brasileiro, sua cultura e costumes. Julianismo é artista plástica e musicista de Belo Horizonte e seu trabalho busca retratar pessoas próximas da artista, pelo caminho do afeto e autorretratos. Além da exposição, será exibido pelo canal da Fundação Municipal de Cultura no YouTube um vídeo sobre os processos criativos da dupla, suas vivências cotidianas e impressões sobre como produzir arte em tempos de pandemia.

 

 

Bate-papo sobre mulheres no hip hop e shows de música popular           

Dois momentos voltados à música marcam a agenda da semana. Na quinta, dia 9, às 20h, o bate papo “Hip Hop - Lugar de Mulher”, conduzido pelo coletivo “Nunca Fui Barbie Crew” abordará a necessidade de se combater o machismo estrutural nessa cena artística e valorizar as mulheres que atuaram e atuam no Hip Hop de Belo Horizonte. Domingo, dia 12, é dia de show de música popular com dois importantes nomes de Minas Gerais. Às 17h, acontece a apresentação “Cantador de Histórias”, com o violeiro, cantor e compositor Bilora. Ele une os elementos da música e literatura em narrativas cantadas de seu recém-lançado trabalho “Certa Feita... Causos do Vale do Mucuri”. Às 18h, o palco virtual é de Wilson Dias, com o show “Ser (Tão) Infinito”. São músicas que o artista compôs no período de isolamento social, com a participação de seu filho, Wallace Gomes, no violão.

 

Territórios Culturais com slam e cultura gastronômica

A ação “Territórios Culturais”, que visa ampliar a atuação do Circuito Municipal de Cultura nas nove regionais da cidade e teve início com desafios de slam, segue nesta semana. As batalhas de poesia urbana acontecem mais uma vez nesta quarta, quinta e sexta-feira (8, 9 e 10), a partir das 22h. Artistas como Monge MC, Bruxa, Negra Tah Rocha, Julim e Mc Tampa promovem na tela o encontro de regiões como o Alto Vera Cruz, São Geraldo, Lagoinha e Pampulha. Também na programação da ação “Territórios Culturais”, estreia neste domingo, dia 12, às 11h, o vídeo “Histórias de Alimentar a Alma”, que reúne cultura e gastronomia. Na produção, moradores das diversas regionais de Belo Horizonte mostrarão suas tradições gastronômicas e históricas locais, evidenciando os laços entre sabores e pertencimentos, a partir de receitas típicas. O primeiro episódio traz Ana Maria Silva, do bairro Ipiranga, estudiosa da cultura africana, com sua receita de quentão de ervas sem álcool.
 
Confira a programação completa neste link.


Últimas Notícias

Realização do evento cultura Sound System Circuito em Casa reúne 20 atrações culturais em uma semana

O Circuito encerra a sua programação de julho e já inicia a de agosto com 20 diferentes atrações.

27/07/2020 | 17:32
Informações sobre a Covid-19 Mais de 3,5 mil pessoas são abordadas desde a lei que obriga o uso de máscaras

Entre os cidadãos abordados, 1.606 estavam devidamente equipados e outros 1.925 estavam em desacordo com a legislação.

21/07/2020 | 14:48