Pular para o conteúdo principal

Três pessoas usando colete conversam ao lado de lixo irregular
Foto: Euclides Pimentel

Ações de fiscalização e limpeza são intensificadas em pontos descarte irregular

04/12/2018 | 14:57 | atualizado em 05/12/2018 | 08:35

Garantir a destinação correta dos resíduos sólidos tem sido um desafio para todas as cidades, principalmente para as grandes metrópoles. O descarte irregular do lixo nas vias públicas podem acarretar prejuízos irreparáveis a toda a coletividade. A mudança de hábito é necessária e responsabilidade de todos os moradores. Para enfrentar o problema, a Prefeitura de Belo Horizonte tem intensificado, ao longo do ano, as ações educativas e corretivas para coibir a deposição clandestina de resíduos.
Os pontos mais críticos foram mapeados e as ações ganharam ainda mais força no início deste segundo semestre. Na região Nordeste, desde julho, as equipes da Fiscalização e da Limpeza Urbana desenvolvem um trabalho conjunto nos bairros Santa Cruz e Cachoeirinha. Nesses locais há grande incidência de deposições irregulares, principalmente em ruas próximas ao Córrego Cachoeirinha, o que pode agravar o risco de enchentes.
 

“Sabemos que os resíduos depositados de maneira clandestina nos espaços públicos contribuem para as ocorrências de alagamentos em períodos de chuva. Além disso, a deposição irregular, mesmo em espaços privados, pode ocasionar uma diversidade de doenças, pois atraem roedores e animais peçonhentos”, disse o diretor Regional de Fiscalização Nordeste, Leonardo Francisco de Freitas.
 

Durante as vistorias, que precederam a mobilização junto aos moradores e comerciantes locais, foram identificados, no bairro Santa Cruz, 38 espaços com deposição irregular de resíduos e oito pontos críticos. Já no Cachoeirinha, foram contabilizados 14 pontos problemáticos. As ações operacionais contemplam o trabalho educativo e também corretivo. Até o momento, 532 vistorias foram realizadas e mais de 69 toneladas de resíduos sólidos recolhidas nos dias de campanha nos dois bairros. As ações, que acontecem até dezembro, já geraram 29 notificações e três autos de infração.
 

Os moradores e os comerciantes estão sendo sensibilizados pelos fiscais e técnicos da mobilização social da Superintendência de Limpeza Urbana (SLU) para a necessidade de cada um contribuir com a manutenção da limpeza na cidade. Orientações sobre o procedimento correto para o acondicionamento do lixo, descarte nos horários e locais apropriados estão sendo repassadas à população.

 

Conscientização é fundamental

Raquel Ramos, 50, sabe bem o que o descarte irregular de lixo pode provocar. “É muito triste conviver com a falta de educação e consciência das pessoas. Bem próximo da minha residência, fizeram do passeio um local para descarte de resíduos de toda espécie, como animais mortos, móveis velhos, geladeiras, fogões, pedaços de madeira e entulhos de construção. Por várias vezes tive o acesso ao meu portão impedido pela quantidade de lixo descartado clandestinamente”, ressalta a moradora do bairro Cachoeirinha, que reforça a necessidade de mudança de hábitos da população.
 

Euclides Pimentel, técnico de mobilização social da SLU, está à frente do trabalho educativo no bairro Cachoeirinha. Para ele, nada justifica a deposição clandestina de resíduos sólidos nas vias públicas, uma vez que Belo Horizonte oferece todas as condições para o correto acondicionamento e recolhimento do lixo domiciliar - todos os bairros da cidade são beneficiados pelos serviços de limpeza e coleta.
 

“As pessoas que descartam resíduos sólidos de maneira irregular têm noção de que as suas atitudes estão erradas, o que elas precisam é se conscientizarem da necessidade de mudança de hábito. Afinal de contas, temos que cuidar do ambiente em que vivemos e a maior aliada da Limpeza Urbana tem que ser a população”, disse Euclides.
 

O cidadão que presenciar deposição clandestina de lixo ou estiver sendo prejudicado por esse tipo de prática deve registrar a denúncia nos canais de atendimento da Prefeitura. São eles: telefone 156, Central de Atendimento BH Resolve (avenida Santos Dumont, 363, Centro) e Sacweb, disponível no Portal de Informações e Serviços.


Últimas Notícias

Mapa descrevendo o desvio na Av. Afonso Pena BHTrans faz operação de trânsito para Carnaval 2020 na avenida Afonso Pena

Para a segurança de todos, a BHTrans orienta os motoristas que redobrem a atenção e respeitem a sinalização implantada.

21/02/2020 | 14:02
Mãe segurando a filha no Hospital Odilon Behrens Hospital Odilon Behrens oferece uma rede ampla de atenção à gestante

As mulheres são atendidas por demanda espontânea ou por meio de encaminhamento feito por outros serviços de saúde.

21/02/2020 | 12:41