Pular para o conteúdo principal

 Ações da Semana Nacional do Trânsito têm foco nos pedestres e idosos
Foto: Divulgação/PBH

Ações da Semana Nacional do Trânsito têm foco nos pedestres e idosos

criado em 21/09/2021 - atualizado em 21/09/2021 | 20:03

O relatório de acompanhamento dos índices de segurança no trânsito do ano de 2020, realizado pela Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da BHTrans, mostra que os pedestres estão entre as principais vítimas nos acidentes de trânsito e o principal acidente com esse público é o atropelamento. Em 2020, foram 1.082 pessoas atropeladas e destas, 43% são idosos, público bastante vulnerável no trânsito. 

 

Como parte das ações da Semana Nacional de Trânsito, cujo tema é  “No trânsito, sua responsabilidade salva vidas”, a BHTrans, em parceria com a Secretaria Municipal de Assistência Social, Segurança Alimentar e Cidadania, está lançando dois vídeos educativos que tratam sobre mobilidade segura dos idosos enquanto pedestres e enquanto passageiro e condutor de veículo. 

 

Segundo Maria Augusta Gatti, gerente de Educação para a Mobilidade da BHTrans, os vídeos pretendem passar a mensagem do cuidado que cada um tem de ter com sua vida. “Dentro das possibilidades de cada um, os idosos também precisam se lembrar de se cuidar, tentar se proteger, por si, por sua família, pelas pessoas que amam.” 

 

Os vídeos serão disponibilizados para os 34 Centros de Referência de Assistência Social, e serão enviados  por WhatsApp e por e-mail para aproximadamente mil pessoas idosas cadastradas. Esses conteúdos poderão ser conferidos nos links: 

 

- Idosos episódio 01: https://youtu.be/Ijv5isNkLyY 
- Idosos episódio 02: https://youtu.be/teG_NEeQ4e0 

 

A Gerência de Educação para a Mobilidade da BHTrans mantém campanhas e ações permanentes voltadas para os pedestres. A equipe de educação para o trânsito está presente em todas as novas ativações de semáforos, em portas de escolas, em locais que receberam novas sinalizações, em cruzamentos mais perigosos para as pessoas e nas estações de integração de ônibus. A gerência também realiza palestras (atualmente por meio virtual) para estudantes e professores dos vários níveis de ensino e para profissionais de empresas. 

 

Outras ações para melhorar as condições de segurança para os pedestres são a reprogramação semafórica com aumento do tempo  para a travessia na faixa e os projetos de Zona 30, com o estabelecimento de vias com velocidade máxima de 30km/h para veículos, priorizando quem anda a pé, de bicicleta ou quem tem mobilidade reduzida, principalmente os idosos. Os projetos de Zona 30 já foram realizados nos bairros Cachoeirinha, Lagoinha e Confisco e Santa Tereza.