Pular para o conteúdo principal

Três técnicas de saúde dão palestra sobre o combate à Febre Amarela em sala de aula com professora e mais de dez alunos.
Foto: Divulgação PBH

Ação Intersetorial marca o combate à Febre Amarela na Regional Noroeste

18/04/2018 | 19:06 | atualizado em 23/04/2018 | 07:52
O combate à Febre Amarela ganhou mais dois novos aliados. Para evitar que o vírus seja transmitido na capital – visto que não há transmissão a doença em Belo Horizonte - o Centro de Saúde João Pinheiro e a Escola Municipal João Pinheiro, localizados na Região Noroeste de Belo Horizonte, se uniram para informar, esclarecer dúvidas e sensibilizar crianças e adolescentes para que entrem nessa batalha.


Pelo segundo ano consecutivo, o Centro de Saúde João Pinheiro realiza campanhas para conscientizar a população sobre as formas de proteção e no combate à febre amarela e seus riscos. Foram preparados folhetos, cartilhas e, com estes materiais, são feitas visitas às instituições da região. O material ajuda no diálogo com usuários do centro de saúde sobre a doença e aplicação da vacina. As visitas também servem para tirar dúvidas e estimular a intensificação das ações de combate ao mosquito Aedes aegypti, que pode transmitir a febre amarela em ambiente urbano.


Inicialmente foi realizada uma reunião com professores da Escola Municipal João Pinheiro para fornecer informações e materiais atualizados, que são usados como tema para discussão em sala de aula e gerar atividades práticas com os alunos, como a avaliação dos cartões de vacina dos adultos de suas próprias casas. Também foram realizadas reuniões com a Comissão Local de Saúde e com Agentes Comunitários de Saúde para que todos os profissionais ligados ao Centro de Saúde sejam capazes de tirar dúvidas da população sobre a doença e sobre a vacina, preparando-os da melhor maneira possível para a abordagem que fazem em domicílios diariamente.

 
Posteriormente, a equipe do Centro de Saúde visitou a Escola Municipal João Pinheiro, para repassar as orientações aos alunos nos três turnos de aulas. Nestes encontros, os jovens esclareceram dúvidas e receberam todas as informações referentes à febre amarela, locais de vacinação e combate ao mosquito Aedes Aegypti. 


Segundo a gerente do Centro de Saúde João Pinheiro, Vânia Gonçalves, a campanha tem como objetivos buscar pessoas que ainda não foram vacinadas e realizar ações preventivas, criando a importância de se cuidar e incentivando a verificação os cartões de vacinas. “Realizamos ações em escolas, pois as crianças costumam divulgar em suas casas e diversos ambientes sobre as informações fornecidas aqui, muitas vezes chegam a cobrar atitudes de seus familiares, aumentando o número de pessoas no combate contra o mosquito transmissor da doença e na prevenção por meio da imunização” salienta Vânia.


“Assim que cheguei em casa, contei para a minha família sobre as palestras e perguntei se todos estavam vacinados. As orientações que recebemos foram muito boas e esclarecedoras”, disse Ana Clara da Silva, aluna do 2º ano.
  



Vacinação em Belo Horizonte

A vacina é a principal forma de proteção contra a febre amarela e está disponível em todos os 152 centros de saúde de Belo Horizonte, sendo encontrada durante todo o ano nessas unidades das 9 às 17 horas. Para ser vacinado, é necessário apresentar documento de identificação e, se possível, o cartão de vacinação. Em Belo Horizonte, só neste ano, 283.252 pessoas foram vacinadas contra a doença, o que representa uma cobertura vacinal de 94,6%. A Prefeitura trabalha para atingir a cobertura vacinal de 95% da população. 


Desde o ano passado, a Prefeitura de Belo Horizonte tem executado medidas preventivas para proteger a população e minimizar o risco de transmissão da doença na capital. É importante ressaltar que não há casos de febre amarela com transmissão ocorrida em Belo Horizonte, os casos confirmados em residentes têm história de viagem para outros municípios. 
  

 

18/04/2018. Ação contra a febre amarela. Fotos: Sidney Procópio/PBH


Últimas Notícias

Realização do evento cultura Sound System Circuito em Casa reúne 20 atrações culturais em uma semana

O Circuito encerra a sua programação de julho e já inicia a de agosto com 20 diferentes atrações.

27/07/2020 | 17:32
Informações sobre a Covid-19 Mais de 3,5 mil pessoas são abordadas desde a lei que obriga o uso de máscaras

Entre os cidadãos abordados, 1.606 estavam devidamente equipados e outros 1.925 estavam em desacordo com a legislação.

21/07/2020 | 14:48