Pular para o conteúdo principal

Dezessete idosos de camiseta laranja com os dizeres: "Alegria de viver" visitam Museu de Artes e Ofícios.
Foto: Jaqueline Munhoz/PBH

Ação do programa Vida Ativa leva idosos a passeio cultural no dia 8/5

06/05/2019 | 20:26 | atualizado em 08/05/2019 | 20:16

O projeto Alegria de Viver, realizado pela Prefeitura de Belo Horizonte por meio da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer, vai levar 40 idosos para um passeio ao Instituto Inhotim, em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, nesta quarta-feira, dia 8. Esse é o quarto passeio promovido pelo Alegria de Viver,que integra o programa Vida Ativa, oferecido a adultos com idade superior  50 anos.

 

Os idosos que farão a visita ao Inhotim são do Lar dos Idosos São José (rua São José, Olhos D’água, região Oeste), de onde o ônibus especial vai sair, às 13h. Com o objetivo de proporcionar visitas a atrações turísticas e culturais aos 1.600 idosos residentes em Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPIs) parceiras da Prefeitura de Belo Horizonte, o projeto Alegria de Viver é viabilizado por meio de recursos do Fundo Municipal do Idoso.

 

Até dezembro, está prevista a realização de 40 passeios. Até agora, os participantes das atividades, idosos residentes em ILPIs e usuários do Vida Ativa,  foram levados ao Inhotim, ao Mosteiro de Macaúbas (Santa Luzia) e ao Museu de Artes e Ofícios.

 

De acordo com o secretário municipal de Esportes e Lazer, Elberto Furtado, o Alegria de Viver reforça o compromisso da Prefeitura de Belo Horizonte com as políticas públicas voltadas ao público de terceira idade. “Assim como a prática de atividades físicas, o lazer é considerado um fator importante para a melhora da qualidade de vida dos idosos e para maximizar as chances de um envelhecimento mais saudável. Nesse sentido, a Prefeitura vem desenvolvendo e ampliando programas, projetos e ações voltados a esse público”, salienta.

 

 

Vida Ativa

Com um número superior a três mil usuários por mês, o Vida Ativa é um programa municipal realizado em mais de 40 núcleos regionalizados de Belo Horizonte, com atividades planejadas e orientadas por profissionais de educação física. O objetivo é promover a saúde, a autonomia e a integração social dos participantes, com aulas coletivas de ginásticas, jogos, brincadeiras, danças e outras atividades.

 

O programa também presta atendimento em Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPIs), com a realização semanal de atividades físicas e recreativas adaptadas, além de passeios externos com programação em cinemas, teatros e shows.


Últimas Notícias

Setembro verde: mês da pessoa com deficiência. Rumo a uma cidade inclusiva e sustentável. Torcedores com deficiência entram em campo na luta pela inclusão

Torcedores com deficiência entrarão em campo com atletas do Cruzeiro e do Flamengo neste sábado, dia 21/9, no Mineirão.

20/09/2019 | 23:18
Casal passeia com criança em cadeira de rodinhas e outroas pessoas caminham na Savassi, no domingo, durante o dia. BH é da Gente oferece ioga, encontro de carros e orientação nutricional

Show de talentos, ioga, encontro de carros e orientação nutricional são atrações do BH é da Gente no domingo, dia 22/9.

19/09/2019 | 20:26