Pular para o conteúdo principal

 Abertas as inscrições de artigos para Revista Eletrônica do Arquivo Público da Cidade de Belo Horizonte
Foto: Ana Beatriz Baêta

Abertas as inscrições de artigos para Revista Eletrônica do Arquivo Público

criado em 17/05/2021 - atualizado em 17/05/2021 | 12:59

A Secretaria Municipal de Cultura e a Fundação Municipal de Cultura recebem até 31 de agosto inscrições de artigos para a próxima edição da Revista Eletrônica do Arquivo Público da Cidade de Belo Horizonte (REAPCBH). A publicação é um periódico científico anual e tem o objetivo de estimular a pesquisa e a reflexão científica sobre Belo Horizonte, bem como sobre o campo de estudos arquivísticos, além de divulgar acervos documentais de diversas instituições.

 

A próxima edição da revista, a 8ª desde que ela começou a ser produzida, tem previsão de publicação em dezembro e integra as ações de celebração dos 30 anos do APCBH, completados em 2021. Para ressaltar a data, a edição terá um caráter especial, com a publicação do Dossiê “O Arquivo Público da Cidade de Belo Horizonte como fonte de pesquisa da cidade”. A proposta é pensar a importância do acervo do APCBH para o desenvolvimento de pesquisas acadêmicas, em diferentes áreas do conhecimento, e o uso de seus documentos em sala de aula por professores. 

 

Os interessados em publicar na revista podem submeter seus artigos para avaliação com o envio de um e-mail para reapcbh.fmc@pbh.gov.br. Os textos devem estar de acordo com as normas editoriais da revista, atendendo a orientações como o ineditismo e o enquadramento na temática da edição. As normas completas podem ser consultadas no Portal da Prefeitura, onde também estão disponíveis edições anteriores da publicação. 

 

A REAPCBH contempla artigos, resenhas, ensaios e propostas pedagógicas de uso de documentos em sala de aula para diferentes níveis de ensino, na seção “O Arquivo na Sala de Aula”. Serão aceitos artigos que abordem o exercício da pesquisa e suas diferentes metodologias desenvolvidas, a partir do acervo da instituição. Trabalhos que contemplem os documentos arquivísticos sob a guarda do APCBH e seus usos didáticos e pedagógicos também podem ser inscritos. Para além do dossiê temático, também serão aceitos artigos que tratem de outros temas referentes à cidade de Belo Horizonte, respeitando o perfil das edições anteriores. 

 

A seleção dos artigos passará pela avaliação de professores e pesquisadores especialistas nos temas abordados pelos textos, além da avaliação da equipe editorial da revista, que, juntos, emitem pareceres favoráveis ou não à publicação dos artigos. Os direitos autorais dos trabalhos publicados no periódico continuarão pertencendo aos respectivos autores e, por se tratar de uma revista sem fins lucrativos, os autores não são remunerados pela publicação. A REAPCBH (ISSN: 2357‐8513) é indexada e possui classificação Qualis B5, publicando artigos de graduandos a doutorados. 

 

A diretora de Patrimônio Cultural e Arquivo Público da Fundação Municipal de Cultura, Françoise Jean de  Oliveira Souza, destaca a relevância do periódico para o registro de dados científicos sobre a cidade de Belo Horizonte. “Ao longo de seus sete anos de publicação ininterrupta, a revista do Arquivo Público se consolidou como um espaço que concentra reflexões importantes e que nos ajudam a compreender as evoluções e mudanças vivenciadas na nossa cidade ao longo dos anos, lançando luz e constituindo um rico acervo sobre Belo Horizonte”, afirma. 

 

Sobre o Arquivo Público da Cidade de Belo Horizonte 

 

O Arquivo Público da Cidade de Belo Horizonte (APCBH) é o órgão da Prefeitura responsável pela gestão, guarda, preservação e acesso aos documentos produzidos ou recebidos pelo poder executivo municipal. Criada em 1991, a instituição cuida também de parte do acervo da Câmara Municipal de Belo Horizonte e de documentos privados de interesse da população belo-horizontina. No APCBH encontram-se documentos textuais, revistas, mapas, plantas, projetos arquitetônicos, cartazes, fotografias, filmes, registros sonoros, dentre outros. Em sua sede, há também uma biblioteca voltada para a história da cidade. 

 

Compõem o acervo do APCBH coleções e fundos que apresentam uma enorme variedade de informações sobre a cidade. Há documentos sobre o processo de criação da capital mineira, fotografias produzidas pela Assessoria de Comunicação da PBH desde 1950, documentos oriundos da antiga Secretaria Municipal da Fazenda (1891-1989) – tais como dívidas públicas, recolhimentos de impostos sobre profissões e pagamentos de serviços ligados às mais diferentes atividades desenvolvidas na cidade –, e um grande acervo de projetos arquitetônicos da cidade. O APCBH abriga hoje um volume documental de cerca de 1,5 mil metros lineares de documentos textuais e 1,2 milhão de itens documentais dentre fotografias, fitas de vídeo, cartazes, revistas, plantas, mapas, dentre outros. Atualmente o equipamento cultural se encontra fechado para atividades presenciais em função da pandemia da Covid-19.