Pular para o conteúdo principal

Fachada do Teatro Municipal Francisco Nunes, durante o dia.
Foto: Ricardo Laf/PBH

1ª Mostra CenaPlural celebra o aniversário de BH nos teatros municipais

07/12/2018 | 18:25 | atualizado em 10/12/2018 | 13:47
A Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e da Fundação Municipal de Cultura, promove de 8 a 12 de dezembro, nos teatros Marília, Francisco Nunes e Raul Belém Machado, a Mostra CenaPlural 2018. Durante os cinco dias, serão apresentados 18 espetáculos cênicos, musicais e de audiovisual, destinados a todos os tipos de público e com entrada gratuita. A programação completa está disponível aqui.

A Mostra CenaPlural – Aniversário de Belo Horizonte reúne parte das propostas artísticas contempladas pelo Edital CenaPlural, realizado pela Prefeitura de Belo Horizonte, em julho deste ano. Foram 42 propostas selecionadas nas categorias de teatro, dança, circo, música e exibição de obras audiovisuais, que realizam três apresentações pelas regionais da cidade. Em comemoração aos 121 anos da capital mineira, 18 dessas propostas serão apresentadas nos teatros municipais, com entrada gratuita.

Diretora de promoção das artes da Fundação Municipal de Cultura, Aline Vila Real ressalta que o edital CenaPlural é uma importante iniciativa da Prefeitura de Belo Horizonte. Segundo a diretora, ele integra as políticas de promoção da produção artística e cultural, desenvolvidas pela Secretaria Municipal de Cultura e da Fundação Municipal de Cultura. “O CenaPlural reflete uma produção artística diversa e relevante, com shows que contemplam da música instrumental à música popular, apresentações teatrais contemporâneas para o público infantil, adulto e terceira idade, dança flamenca e improvisos em cena, performances circenses e clown, além de dois filmes”, afirma.



Programação

Teatro Francisco Nunes
Um dos destaques da programação da Mostra é o show “DelegasCia - 10 anos”, de Thiago Delegado. Acompanhado de seu quarteto, o violonista debruça-se no sambete, estilo consagrado nos anos 1950/1960, pelo criador da Bossa Nova, Roberto Menescal. A apresentação acontece neste sábado, dia 8, às 19h30, no Teatro Francisco Nunes.

No domingo, dia 9, às 11h, o Chico Nunes recebe o show “Balaio de Sinhá”, com o grupo Meninas de Sinhá. Na apresentação, o grupo enfatiza a mulher como guardiã da cultura em seu lar.


• Teatro Marília
O Teatro Marília, por sua vez, tem como destaque o espetáculo infantil “O Fantástico Circo de Papel”, do Grupo Girino. Na peça, os personagens de papel saltam do livro do circo e ganham vida nesta surpreendente história criada a partir de técnicas de construção e manipulação de bonecos bidimensionais. O espetáculo tem apresentação única neste sábado, dia 8, às 16h.

Já os amantes da música erudita poderão curtir no Marília a apresentação do Duo Lima, na terça-feira, dia 11, às 20h. Composto por Joana Boechat (pianista) e Henrique Roscoe (artista visual), o duo preenche o palco com imagens que dançam ao longo das peças do repertório erudito. No piano, Debussy, Arvo Pärt e Scriabin; no computador, formas abstratas, cores, movimentos, texturas. A fusão entre a tradição e a tecnologia encanta e cria uma experiência imersiva.


Teatro Raul Belém Machado
O audiovisual terá espaço no Teatro Raul Belém Machado com “Desacertos e Labirintos”, na segunda-feira, 10, às 16h. Este projeto propõe a exibição, seguida de roda de conversa, dos filmes Desacertos (2018) e Labirinto (2015), realizados em duas oficinas de audiovisual com jovens moradores do bairro Jardim Leblon. Ao longo dos últimos anos, eles produziram filmes que partem de suas experiências pessoais para refletir sobre questões como violência, preconceito, desemprego, criminalidade, escolaridade, juventude.

Outra atração do teatro é a peça infantil “Sem Fonia Musical”, da Yepocá Cia de Teatro. A peça convida o público a uma incursão no universo da música por meio do olhar do palhaço: um olhar que mescla a inocência a uma percepção aguçada e curiosa do mundo. Na apresentação, três palhaços músicos enfrentam juntos a difícil missão de acertarem uma primeira nota. Quando isso acontece, o caminho é irreversível: palhaços e público já estarão imersos num universo cênico alegre, divertido e interativo. A apresentação acontece na quarta-feira, 12, às 16h.