Pular para o conteúdo principal

VACINAÇÃO CONTRA A COVID-19

criado em - atualizado em

 

Aqui você vai encontrar informações e tirar dúvidas sobre a vacinação contra a covid-19 em Belo Horizonte


Os imunizantes contra a covid-19 foram incorporados ao calendário básico de vacinação de crianças de 6 meses a 4 anos, 11 meses e 29 dias, conforme o Calendário Nacional de vacinação da Criança. Além disso, eles entraram como dose de reforço para as pessoas dos grupos prioritários estabelecidos pelo Ministério da Saúde. Por isso, a disponibilização dos imunizantes ocorrerá independentemente de campanhas em andamento. 
 

Em março de 2024 a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou a nova vacina monovalente, da farmacêutica Moderna, que foi atualizada para proteger contra a subvariante da Ômicron XBB 1.5.


A partir de maio de 2024, aqueles que pertencem aos grupos prioritários devem tomar 1 dose do novo imunizante ao ano, independentemente do número de aplicações contra a covid-19 já tomadas anteriormente. Dentro desse grupo, as pessoas com mais de 60 anos, imunocomprometidos e gestantes/puérperas, receberão 1 dose a cada seis meses. Cabe esclarecer que todos os públicos prioritários devem receber o imunizante com, pelo menos, 3 meses desde a última dose administrada.


Para a vacinação contra a covid-19, é necessário que o usuário seja cadastrado em um Centro de Saúde. O cadastro pode ser realizado no momento em que o usuário chega à unidade. Além de ser um procedimento de rotina dos centros de saúde, o cadastramento é uma exigência do Ministério da Saúde para o efetivo registro das doses aplicadas no município e, também, para que as informações sejam incluídas no Meu SUS Digital, plataforma digital do governo federal.

 

VACINAÇÃO INFANTIL

Estão elegíveis para se vacinar as crianças que têm entre 6 meses a 4 anos, 11 meses e 29 dias. Para se vacinar, as crianças devem estar acompanhadas de pais ou responsáveis e apresentar, preferencialmente, documento de identificação com foto, certidão de nascimento, CPF e cartão de vacina. 
 

Caso o acompanhamento seja por terceiros, é necessário apresentar o termo de autorização para vacinação, devidamente preenchido e assinado pelos pais ou responsáveis.

 

Requisitos:

  • Ter entre 6 meses a 4 anos, 11 meses e 29 dias na data da vacinação.
  • Não ter tido covid-19 com início de sintomas nos últimos 30 dias.

 

Veja os endereços dos locais de vacinação

 

 

PÚBLICOS PRIORITÁRIOS

O Ministério da Saúde definiu públicos prioritários para receberem a vacina monovalente contra a covid-19. Para se vacinar, as pessoas devem apresentar, preferencialmente, documento de identificação com foto, certidão de nascimento, CPF e cartão de vacina. 
 

Além disso, é recomendável que os imunocomprometidos apresentem comprovação da condição de saúde, como medicamentos em uso, resultados de exames, receitas médicas ou relatórios/ declarações médicas.
 

As puérperas, que são as mulheres no período até 45 dias após o parto, devem apresentar certidão de nascimento do bebê, cartão da gestante ou documento do hospital onde ocorreu o parto.
 

Confira os grupos elegíveis:

    • Pessoas com 60 anos ou mais;
    • Imunocomprometidos
    • Gestantes e puérperas (mulheres no período até 45 dias após o parto);
    • Pessoas vivendo em instituições de longa permanência (ILPI e RI) e seus trabalhadores;
    • Indígenas;
    • Ribeirinhos;
    • Quilombolas;
    • Trabalhadores da saúde;
    • Pessoas com deficiência permanente;
    • Pessoas com comorbidades;
    • Pessoas privadas de liberdade (≥ 18 anos);
    • Funcionários do sistema de privação de liberdade;
    • Adolescentes e jovens cumprindo medidas socioeducativas;
    • Pessoas em situação de rua.


Requisitos:

  • Ter, pelo menos, três meses desde a última dose.
  • Não ter tido covid-19 com início de sintomas nos últimos 30 dias.

 

Veja os endereços dos locais de vacinação

 

A vacina não dispensa a adoção das medidas de proteção.