Pular para o conteúdo principal

Mulher com colete vermelho dá palestra para cerca de trinta pessoas sentadas.
Foto: Divulgação PBH

Teatro, palestras e caminhada marcam a semana do Meio Ambiente na regional Leste

14/06/2019 | 18:01 | atualizado em 17/06/2019 | 09:16

Uma extensa programação foi promovida pela Prefeitura na regional Leste para celebrar a semana do Meio Ambiente. Com atividades voltadas para a educação ambiental, a programação teve a participação do Centro de Saúde Granja de Freitas, da Superintendência de Limpeza Urbana (SLU), da Companhia Urbanizadora do Município (Urbel), do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS),  do Centro de Vivência Agroecológica (CEVAE) Taquaril, da gerência de Zoonoses e do programa Fica Vivo.

 

Entre os dias 10 e 14 de junho foram realizadas rodas de conversa, apresentações teatral e musical, palestras, caminhada e trilha, com a participação dos diversos públicos da comunidade, envolvendo os bairros Granja de Freitas e Taquaril.

 

No Centro de Vivência Agroecológica Taquaril o público participante recebeu orientações de uma equipe do setor de Zoonoses sobre o meio ambiente, assistiram a apresentação do grupo de teatro Gerlúdio, da SLU, sobre a importância dos cuidados com o lixo, e receberam orientações sobre animais peçonhentos.      

 

Os alunos da Escola Municipal Dr. Júlio Soares participaram de uma palestra sobre a Rede Lixo Zero e de uma caminhada pela trilha do Córrego Cachorro Magro, enquanto os técnicos identificavam a flora e a fauna da região.

 

Edna de Deus Oliveira Maia é gerente do Centro de Saúde Granja de Freitas e explica que a semana do meio ambiente oferece a oportunidade de mostrar para a comunidade a importância da responsabilidade social do ser humano com a natureza. “É uma oportunidade do Poder Público desenvolver atividades, que não são entediantes, para mostrar a questão dos resíduos sólidos, da preservação da natureza, dos cuidados com o lixo doméstico, e transmitir, de forma lúdica, o conhecimento sobre o desenvolvimento de forma sustentável e a exploração dos recursos naturais”, considerou.

 

A ideia é despertar a consciência sobre a educação ambiental e formar multiplicadores dessa conscientização e responsabilidade na preservação do meio ambiente. O resultado já pode ser medido pelas palavras da dona Maria das Graças Gomes, 63 anos. “Eu acho muito importante a Prefeitura de Belo Horizonte promover esses eventos na comunidade. No meu condomínio são 146 famílias e já estão me chamando de dona SLU, de tanto que eu prego na cabeça das pessoas sobre o que eu aprendi nessa semana, sobre um ambiente limpo, bem cuidado e do tanto que podemos fazer pelo meio ambiente”, ressaltou.

 

O Dia Mundial do Meio Ambiente é comemorado todo dia 5 de junho, data estabelecida pela Assembleia Geral das Nações Unidas em 1972 durante a Conferência de Estocolmo.


Últimas Notícias

Setembro verde: mês da pessoa com deficiência. Rumo a uma cidade inclusiva e sustentável. Torcedores com deficiência entram em campo na luta pela inclusão

Torcedores com deficiência entrarão em campo com atletas do Cruzeiro e do Flamengo neste sábado, dia 21/9, no Mineirão.

20/09/2019 | 23:18
Casal passeia com criança em cadeira de rodinhas e outroas pessoas caminham na Savassi, no domingo, durante o dia. BH é da Gente oferece ioga, encontro de carros e orientação nutricional

Show de talentos, ioga, encontro de carros e orientação nutricional são atrações do BH é da Gente no domingo, dia 22/9.

19/09/2019 | 20:26