Pular para o conteúdo principal

Profissional da Saúde atende paciente em Centro de Referência em Reabilitação
Foto: Divulgação/PBH

Serviços de reabilitação em saúde trazem mais qualidade de vida para pacientes

24/10/2018 | 15:19 | atualizado em 17/01/2019 | 14:02

A aposentada Tereza de Jesus Leandro, 82, sofreu um acidente vascular cerebral (AVC) e precisa de atendimento especializado para recuperar a autonomia perdida. “Assim que sofri o AVC fiquei com minha mobilidade reduzida, perdi equilíbrio e força, após três meses de tratamento na terapia ocupacional apresentei uma boa resposta e aos poucos estou voltando a realizar as tarefas do dia a dia”. Ela foi atendida em um dos quatro Centros de Referência em Reabilitação (CREAB) de Belo Horizonte.

 

Os Centros de Referência em Reabilitação (CREAB) são unidades da Rede Complementar da Prefeitura de Belo Horizonte que oferecem assistência em reabilitação de usuários com deficiência temporária ou permanente que necessitam de tratamentos de fisioterapia, fonoaudiologia e/ou terapia ocupacional. Belo Horizonte conta com serviços públicos de reabilitação nas regiões Leste, Centro Sul, Noroeste e Venda Nova.

 

Além do acolhimento aos usuários, o serviço oferece assistência em reabilitação para adultos e crianças, atendimento de enfermagem, concessão de bolsas de ostomia e autorização para internação de pacientes com necessidade de reabilitação hospitalar. O serviço também oferece a concessão de órteses, próteses e materiais especiais.

De acordo com Leila Maria Ferreira, gerente do CREAB Leste, a unidade tem como propósito acolher o usuário de forma humanizada e oferecer o melhor atendimento. “A reabilitação busca promover o máximo de autonomia e integração social no indivíduo. Mas em casos de deficiências genéticas, físicas e mentais, o tratamento visa promover uma melhora contínua na qualidade de vida”.

 

Segundo Rodrigo Luís, terapeuta ocupacional da equipe de neurologia, o tratamento é indicado para pessoas com disfunções físicas, sensoriais, cognitivas e sociais, que impactam na realização das atividades cotidianas. “A terapia pode atuar por meio da prevenção ou da reabilitação. O principal objetivo é promover no paciente autonomia, participação social e independência nas atividades diárias”.

 

Acesso ao serviço

O usuário que tiver indicação para o tratamento de reabilitação deve procurar o centro de saúde de sua referência domiciliar para as orientações necessárias, levando o encaminhamento para reabilitação feita por profissional da rede pública ou particular.

 

24/10/2018. CREAB. Fotos: PBH/Divulgação