Pular para o conteúdo principal

Comandante da Guarda Municipal de BH, Murilo Prates, apresenta Plano de Ação Operacional da Guarda Municipal para o Carnaval em sala da Cidade Administrativa, com  cerda de doze pessoas sentadas.
Foto: Divulgação PBH

Secretaria Municipal de Segurança apresenta plano de ação para o Carnaval 2019

07/02/2019 | 20:27 | atualizado em 07/02/2019 | 20:27

A Prefeitura de Belo Horizonte, por meio de Secretaria Municipal de Segurança e Prevenção, se reuniu com representantes das forças de Segurança do Estado, nesta quarta-feira, dia 6 de fevereiro, na Cidade Administrativa, para a apresentação do Plano de Ação Operacional de Segurança para o Carnaval de 2019, elaborado pela Guarda Municipal. O calendário oficial do Carnaval de BH tem início no dia 16 de fevereiro e se estende até 10 de março. A previsão é que este ano a festa supere a marca de 700 desfiles, com a participação de mais de quatro milhões de foliões.

 

Coordenado pelo subsecretário de Inteligência e Atuação Integrada de Segurança do Estado, Etevaldo Luiz Caçadini, o encontro contou com a presença do secretário de Segurança e Prevenção de BH, Genilson Zeferino, do comandante da Guarda Municipal, Rodrigo Prates, da diretora do Centro Integrado de Operações de Belo Horizonte (COP-BH), Geórgia Ribeiro, e de representantes da Belotur, das polícias Civil e Militar, do Corpo de Bombeiros e do Sistema Prisional.

 

O grupo já havia se reunido, anteriormente, no dia 30 de janeiro, no mesmo local, para o primeiro contato de alinhamento das ações de segurança que irão ser adotadas durante o Carnaval. Nesta quarta-feira, o comandante Rodrigo Prates expôs aos presentes como será a distribuição dos postos em que a Guarda Municipal irá atuar durante os eventos carnavalescos.

 

Prates destacou que a corporação se programou para empenhar todo o seu efetivo nas ruas no período de festa. “As férias foram suspensas e até os agentes que trabalham em atividades administrativas serão escalados para atuar no policiamento preventivo das ruas”, informou.

 

A diretora do COP-BH apresentou o planejamento de integração das ações dos órgãos municipais e estaduais, para garantir a segurança dos foliões, o monitoramento do trânsito e a maior agilidade na solução de problemas urbanísticos que surgirem.

 

Segundo Geórgia Ribeiro, o alinhamento está sendo fundamental para reforçar a parceria já estabelecida entre as forças de segurança nas edições anteriores. “Nos últimos dois anos trabalhamos de forma integrada e organizamos um posto de comando durante o Carnaval, com todos os órgãos que compõem a estrutura de segurança da cidade. Agora em 2019 poderemos consolidar o trabalho conjunto e melhorar ainda mais o planejamento das ações que serão realizadas”, ressaltou.

Ouça este conteúdo

Últimas Notícias

Cerca de dez servidores trabalhando em meio às obras e construções. Vilas São Tomaz e Aeroporto passam por transformação após retomada de obras

As obras do Programa Vila Viva nas vilas São Tomaz e Aeroporto, localizadas na região Norte da Capital, foram retomadas pela Urbel

20/02/2019 | 16:33
vista de cima do viaduto da lagoinha Consulta pública vai avaliar propostas de requalificação de baixios de viadutos

A Prefeitura publicou a consulta pública que visa a avaliar propostas que busquem a requalificação dos baixios de sete viadutos.

19/02/2019 | 19:08