Pular para o conteúdo principal

Foto: Divulgação PBH

Relatório revela quem são e como morrem os jovens em Belo Horizonte

26/03/2019 | 13:39 | atualizado em 15/01/2020 | 11:26

Um diagnóstico detalhado que permite conhecer a idade, gênero, raça e perfil sociocultural dos jovens que foram vítimas de homicídio em Belo Horizonte durante o ano de 2017, bem como a motivação desses crimes. Este é resultado do Relatório de Prevenção à Letalidade Juvenil e de Adolescentes, elaborado a partir das informações das representações municipais do Grupo de Trabalho Intersetorial sobre o tema, da Prefeitura de Belo Horizonte.

 

O documento foi idealizado durante o Seminário Municipal de Prevenção que aconteceu em 2017, ocasião em que a Prefeitura de Belo Horizonte se engajou na luta pela redução da letalidade juvenil na capital. As informações do diagnóstico nortearam as discussões sobre o do desafio das políticas municipais para jovens e adolescentes em situação de risco, o racismo e a prevenção contra o elevado índice de mortes entre esse público.