Pular para o conteúdo principal

Funcionária da saúde aplicando a vacina em um morador da região Oeste.
Foto: Vinicius Santiago

Regional Oeste mantém força-tarefa durante período chuvoso

04/02/2020 | 18:41 | atualizado em 06/02/2020 | 18:53

 

A Regional Oeste tem colocado em prática a força-tarefa preventiva e emergencial proposta pela Prefeitura de Belo Horizonte. O objetivo é combater e minimizar o impacto causado pelos fortes temporais na região, uma das mais atingidas nos últimos dias.
    

De acordo com estudos meteorológicos, a estimativa é que um volume superior a 100 milímetros deve cair na capital até a próxima quinta-feira, dia 6. Setores como Defesa Civil, Urbel, Sudecap, SLU, Saúde e Assistência Social trabalham em plantão de 24 horas, com atendimento imediato para qualquer demanda.
    

Com foco nas avenidas Silva Lobo, Teresa Cristina e Francisco Sá – pontos de alagamento da região Oeste –, a ação integrada disponibiliza toda a infraestrutura e mão-de-obra necessária para prevenir e respaldar a comunidade diante de qualquer risco eminente.
    

A região Oeste é um dos 11 pontos estratégicos determinados pela Prefeitura e recebeu equipamentos para atuação emergencial, como caminhões e retroescavadeiras além de equipes de limpeza e manutenção preventiva.
    

Os três centros de Saúde da regional funcionam em um regime de 12 horas, fornecendo serviços como vacina, curativos, atendimento ambulatorial e psiquiátrico.
    

O plano emergencial da Prefeitura inclui o acompanhamento completo por parte da Secretaria de Assistência Social para a população em situação de rua e vulnerabilidade social, bem como atendimento para retirada de pessoas de áreas de risco (mobilização integrada e preventiva).
    

A BHTrans disponibiliza veículos para transporte destas pessoas e foram reservadas vagas em pousadas para alojamento e pernoite. O Conselho Tutelar e o Restaurante Popular estarão em pleno funcionamento, inclusive durante o fim de semana, além como os setores de cadastramento de famílias atingidas.